• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Projeto “Jogando com a Diversidade” em Rio das Pedras/SP de 20 a 29 de maio


Ações do projeto tiveram o intuito de abordar questões relevantes, como inclusão, bullying e diversidade
Crédito: Divulgação
Rio das Pedras/SP recebeu, nos dias de 20 a 29 de maio, o projeto “Jogando com a Diversidade”, um espetáculo teatral juvenil inédito e interativo, com o intuito de abordar questões de diversidade, bullying e inclusão.
O projeto convidou o público jovem a participar de um jogo cênico, explorando valores como escuta, respeito, cuidado e empatia, promovendo um ambiente saudável. Distribuíram-se jogos impressos semelhantes aos do espetáculo.

Crédito: Divulgação
Entre os objetivos do projeto estava criar um ambiente para que os jovens vivenciassem empatia e escuta ativa, compreendendo a relevância da inclusão. Além disso, buscava-se proporcionar diversão e encantamento para que os jovens se sentissem acolhidos e contribuir para a redução da violência escolar e bullying.
Os temas abordados no projeto foram acessibilidade, inclusão, conscientização sobre bullying e preconceitos, escuta como ferramenta de transformação e acolhimento dos jovens.
Lei de Incentivo à Cultura, o projeto “Jogando com a Diversidade” tem a produção da Scorsolino Produções, apoio da Komedi Projetos e Altia, com patrocínio do Sicoob e realizado pelo Ministério da Cultura, Governo Federal União e Reconstrução.
Instituições que receberam as apresentações:
EM Profa Maria Arlete Angeleli, EM Profa Ângela Regina Sacaro Oriqui, EM Profa Ignez Brioschi Rubim, EM Prof° Immaculada Grecco Civolani e EM Contador Waldomiro Domingos Justolim.
Sobre o Ministério: A principal ferramenta de fomento à Cultura do Brasil, a Lei de Incentivo à Cultura contribui para que milhares de projetos culturais aconteçam, todos os anos, em todas as regiões do país. Por meio dela, empresas e pessoas físicas podem patrocinar espetáculos – exposições, shows, livros, museus, galerias e várias outras formas de expressão cultural – e abater o valor total ou parcial do apoio do Imposto de Renda. A Lei também contribui para ampliar o acesso dos cidadãos à Cultura, já que os projetos patrocinados são obrigados a oferecer uma contrapartida social, ou seja, eles têm que distribuir parte dos ingressos gratuitamente e promover ações de formação e capacitação junto às comunidades. Criado em 1991 pela Lei 8.313, o mecanismo do incentivo à cultura é um dos pilares do Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac),que também conta com o Fundo Nacional de Cultura (FNC) e os Fundos de Investimento Cultural e Artístico (Ficarts). Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cultura.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.