• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

‘Me chamou de preto favelado e agora ela tenta reverter’, diz entregador após ex-atleta o acusar de homofobia


O g1 e a TV Globo tiveram acesso ao depoimento da ex-atleta no inquérito que apura agressões e injúria, Em depoimento, Sandra cita homofobia, nega racismo e diz que usou guia contra entregador para ‘se defender’. Vídeo mostra Sandra usando uma guia de goleira para bater em entregador. ‘Me chamou de preto favelado e agora ela tenta reverter’, diz entregador após ex-atleta o acusar de homofobia
Rafael Nascimento g1 Rio
Após ser acusado de homofóbico pela ex-jogadora de vôlei e nutricionista Sandra Mathias Correia de Sá, o entregador de aplicativo Max Angelo disse nesta terça-feira (18) que a defesa de Sandra está tentando reverter a situação ao colocar ela como possível vítima na história.
Ao g1, Max negou que tenha praticada qualquer ato homofóbico contra Sandra, que é investigada por agressões e injúria contra ele e outros entregadores.
“Isso não tem fundamento. Jamais faria isso. Ela quer justificar uma coisa que não existe. (…) Eu afirmo que nunca fui homofóbico. A própria Viviane é lésbica. Então, não existe essa história. Eu ri de nervoso quando soube. É completamente descabido isso”, disse Max.
“É uma manobra que eles utilizam para reverter a situação. Ela me chamou de preto favelado e agora ela tenta reverter isso”, argumentou o entregador.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.