• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Nos EUA, homem atira em carro que manobrou na entrada da casa dele e mata uma passageira


A promotoria do estado de Nova York acusou o homem de 65 anos de assassinato. É o segundo caso parecido em menos de uma semana. Kaylin Gillis em imagem publicada no Facebook
Reprodução/Facebook
A americana Kaylin Gillis, de 20 anos, foi morta porque o motorista do carro onde ela estava, sem querer, dirigiu até a entrada de uma casa em uma área rural do estado de Nova York, nos Estados Unidos.
O homem que a matou, Kevin Monahan, de 65 anos, foi acusado de homicídio nesta segunda-feira (18) pela promotoria do estado.
Kaylin e os amigos estavam tentando manobrar o carro quando o Kevin, o dono da casa, foi até a varanda e disparou dois tiros. Um dos tiros atingiu Kaylin, que era passageira do carro, de acordo com o xerife Jeffrey Murphy.
Gillis foi declarado morta no local.
Quando os policiais chegaram à casa, Kevin Monahan não cooperou com a investigação e se recusou a deixar sua residência para falar com a polícia. Mais tarde, ele foi levado sob custódia.
Ele foi preso e acusado de homicídio em 2º grau.
Adolescente de 16 anos baleado na cabeça
Na última quinta-feira (13) houve um caso parecido nos EUA. Um adolescente de 16 anos foi baleado na cabeça e em um dos braços porque bateu na porta de uma casa por engano(13) na cidade de Kansas, no estado do Missouri. Ralph Yarl tinha ido buscar os irmãos, mas errou o endereço. Ele foi hospitalizado e não havia recebido alta até a última atualização desta reportagem.
No Missouri, uma lei permite que os proprietários usem força física para se defender contra suspeitos de invasão. No entanto, a legislação não permite uso de força letal, a menos que o morador do local supostamente invadido acredite que ele ou alguma pessoa próxima corre risco de vida ou de sofrer ferimentos graves.

Bookmark the permalink.