• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Rio Paraná volta a encher após abertura de vertedouro de usina elétrica; prainhas ficam parcialmente encobertas


Nível do rio voltou a subir após reservatório de Rosana, no norte paulista, ficar acima da média. Comportas devem ser fechadas no próximo domingo (23), segundo a direção da hidrelétrica. Rio Paraná volta a registrar cheia após abertura de comportas da Usina Primavera
Reprodução/RPC
O Rio Paraná voltou encher e prainhas do noroeste do Paraná ficaram parcialmente encobertas após à abertura das comportas do vertedouro da Usina Hidrelétrica de Porto Primavera Engenheiro Sérgio Motta em Rosana, cidade paulista que faz divisa com o Paraná.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
Segundo a Companhia Energética de São Paulo (Cesp), as comportas da calha esquerda foram ativadas na noite de sábado (14) para controlar o excesso de água armazenada no reservatório.
A vazão é de pouco mais de 2 milhões de litros d’água por segundo. A média prevista para o escoamento é de 1,5 milhão de litros d’água por segundo, volume equivalente à vazão das Cataratas do Iguaçu, segundo a companhia.
No começo deste mês, as comportas foram fechadas depois de 80 dias abertas por determinação do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) para controlar o nível da água e as prainhas voltaram a aparecer.
A previsão, segundo a direção da hidrelétrica, é que as comportas dos vertedouros sejam fechadas no próximo domingo (23).
A Prefeitura de Porto Rico informou que é preciso ficar atendo e tomar cuidado ao se aproximar no leito do rio, além de redobrar atenção quando fazer a navegação.
Praia de Porto São José aopos fechamento das comportas
Ricardo Paiva/ colaboração
Prainha de Santa Rosa em Porto Rico
Reprodução/RPC
Cheia do Rio Paraná
O nível do Rio Paraná chegou ao seu maior nível desde 2023, batendo quase 6 metros de altura em março. A medida normal é de aproximadamente 1,5 metro.
Ribeirinhos de Querência do Norte precisaram ser retirados das casas pela Defesa Civil.
Segundo a Companhia Energética de São Paulo (Cesp), as comportas foram abertas no dia 18 de janeiro, após decisão da ONS foi para o controle do nível do represamento da água depois que fortes chuvas atingiram a região sudoeste e centro oeste do país.
No dia 18 de fevereiro, a Defesa Civil alertou moradores próximos do rio por conta da alta elevação do nível da água. Segundo a prefeitura da cidade, algumas pessoas perderam plantações e animais.
No começo de abril, as comportas foram fechadas e o Rio Paraná voltou a seu nível normal.
Vertedouro de Rosana é aberto após 6 anos
Corpo de Bombeiros/reprodução
Leia mais
PRAINHAS SOMEM – Prainhas de Porto Rico desaparecem pela cheia do Rio Paraná após abertura de vertedouro de usina elétrica
CHEIA NO PARANÁ – Comerciantes têm barracas levadas pela água
ALERTA – Defesa Civil alerta moradores por cheias do Rio Paraná; população pode ter que deixar casas
Impactos
Segundo o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBIO), as cheias são necessárias para o equilíbrio da fauna e flora e contribuem para a reprodução dos peixes.
Praia de Rosana, em Porto Rico desaparece após cheia do Rio Paraná
Reprodução
Veja também
De amor que virou casamento a amizade com fim da relação: a história de dois jovens que se viram uma única vez antes de homem perder a visão
Técnica de enfermagem atropelada em avenida de Maringá morre no hospital; câmeras registraram batida
Mais assistidos do g1 PR

Veja mais em g1 Norte e Noroeste.

Bookmark the permalink.