• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Idosa tem a perna amputada após ser atropelada por ônibus na Zona Norte de SP


Desde janeiro, cidade registrou ao menos 30 acidentes do tipo, que causaram 12 mortes e deixaram 23 pessoas feridas. Por conta dos casos, SPTrans determinou curso de segurança a motoristas e cobradores, que começou a ser aplicado nesta terça (18). Ônibus lotado na cidade de SP
Reprodução/TV Globo
Uma mulher de 64 anos anos teve que amputar a perna após ser atropelada por um ônibus na Casa Verde, na Zona Norte de São Paulo, na manhã desta terça-feira (18).
Desde janeiro, a cidade registrou ao menos 30 acidentes do tipo, que causaram 12 mortes e deixaram 23 pessoas feridas.
Por conta dos frequentes de acidentes envolvendo ônibus, a SPTrans determinou um novo treinamento de segurança a todos os motoristas que operam o transporte coletivo da capital. As aulas começaram nesta manhã.
Em três dias, mais uma pessoa morre e outras duas ficam feridas em atropelamentos por ônibus na cidade de SP
De acordo com as novas regras, as concessionárias deverão realizar a reciclagem de cerca dos 30 mil condutores que operam na cidade.
Segundo a SPTrans, o novo curso é obrigatório e os condutores poderão fazer a reciclagem até 31 de dezembro.
O programa com carga horária de 24 horas será dividido em três módulos com foco em direção defensiva e prevenção de acidentes. Veja abaixo:
Módulos do Novo programa de reciclagem para motoristas de ônibus em SP
Reprodução/TV Globo
Para especialistas, a medida é bem-vinda, mas precisa ser rotineira, não só nos momentos de crise de aumento de casos.
“A questão da instrução e da reciclagem tem que ser permanente. Porque existe uma rotatividade de mão de obra que, com o ingresso de novos operadores que precisam ser instruídos. E ao longo do tempo é necessário que se faça a reciclagem daqueles que já receberam a capacitação, bem como o pessoal na oficina também. Onde precisa ser verificado a questão da abertura e fechamento das portas e, se possível, incrementar com tecnologia, com a implantação e instalação de Câmeras”, disse Flamínio Fichmann, coordenador de Mobilidade do Instituto de Engenharia de São Paulo.
Por meio da carta enviada nesta segunda, a SPTrans também reforçou que as empresas enviem as documentações sobre eventuais acidentes.
Outros acidentes
Imagens de câmeras de segurança mostram como ocorrem alguns acidentes com ônibus na cidade. A maioria das vítimas são idosos. Alguns casos aconteceram no desembarque dos passageiros.
Na cidade de São Paulo, os ônibus do transporte coletivo são protegidos pelo sistema “anjo da guarda” que impede a saída dos veículos com as portas abertas.
O aparelho garante que os coletivos só saem da garagem com o sistema ativo, mas em muitos dos acidentes flagrados pela reportagem, isso não acontece.
Idosa fica presa em porta de ônibus na zona leste

Bookmark the permalink.