• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Colégio militar que comprou esmaltes, bebidas alcoólicas e serviço de barbearia adquiriu alimentos que não foram utilizados na alimentação dos alunos, denuncia pais


Associação tem feito gastos não justificados e que não condizem com o cotidiano escolar, de acordo com pais. Entre os alimentos adquiridos pela associação estão sanduíches naturais e espetinhos. Pais denunciam que lanche em colégio militar não estaria chegando a alunos, em Goiânia
Novas denúncias trouxeram à tona outros gastos peculiares envolvendo a Associação de Pais, Mestres e Funcionários (APMF), responsável por gerenciar a verba do Colégio Estadual da Polícia Militar – Unidade Vasco dos Reis, em Goiânia. Depois dos gastos com esmalte, lixa de unha e até barris de chopp, os pais dos alunos afirmaram que a APMF também tem “investido” em alimentos, como espetinhos, sanduíches naturais e café, mas que os lanches não têm sido servidos aos estudantes.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
Entre os gastos, de acordo com os documentos obtidos pela TV Anhanguera, estão compras de pão francês (R$ 3 mil), café (R$ 2,5 mil), leite integral (R$ 646), sucos de caixinha (R$ 2.089), sanduíches naturais (R$ 1.221) e bolachas e achocolatados (R$ 778). Há ainda a compra de espetinhos variados (R$ 2.450).
“Ele [filho] tem reclamado que esses dias tinha arroz puro. As tias da cantina estão regrando o lanche, às vezes eles pedem um pouco mais e eles dão dão”, afirmou uma das mães, que não quis se identificar, à TV Anhanguera.
Planilha de gastos, em Goiânia, Goiás
Reprodução/TV Anhanguera
LEIA TAMBÉM
Colégio militar compra esmaltes, bebidas alcoólicas e paga serviço de barbearia
VÍDEO: Alunos são filmados em cima de prédio após carregar milhares de telhas em colégio militar de Aparecida de Goiânia
VEJA IMAGEM: Aluna de colégio militar chora durante aula on-line após ouvir do professor: ‘Saco cheio das suas perguntas’
A associação disse que os espetinhos, biscoitos, café, leite e achocolatado foram servidos no “Dia das Crianças” aos alunos do colégio. Já os sanduíches e demais alimentos, segundo a APMF, são adquiridos para eventos externos com os alunos e para o café da manhã dos empregados.
Eles afirmaram que há jardins espalhados pelo colégio, os quais “demandam manutenções periódicas e que não há qualquer discriminação do aluno não pagante de taxa associativa da APMF para aluno pagante”. (Veja nota completa abaixo)
O Comando de Ensino da Polícia Militar, por outro lado, informou que ao tomar conhecimento do caso, solicitou que o comando e direção do CEPMG Vasco dos Reis, conjuntamente com a Diretoria da APMF, apresente um relatório detalhado, “versando sobre os fatos apontados”.
Documento com gastos de doação, ajuda de custo e bonificação, em Goiânia, Goiás
Reprodução/TV Anhanguera
Denúncia
Segundo os pais dos estudantes, os gastos não são justificados e não condizem com o cotidiano escolar. Entre os outros itens, segundo eles, há gastos com chope, barbearia e almoço de comandantes (veja abaixo).
À TV Anhanguera, a advogada Maria Tereza Caetano da Associação de Pais, Mestres e Funcionários – APMF, do Colégio Estadual da Polícia Militar – Unidade Vasco dos Reis disse que a bebida alcoólica foi comprada para uma festa em que pais e alunos não foram convidados.
“A associação fornece essa confraternização que tem bebida alcoólica que não é nada anormal dentro da nossa sociedade e ela trás benefícios para os próprios alunos. Professores tem engajamento, sensação de pertença, se sentem integrados e tem relacionamento de trocas com outros professores. Eles tem um engajamento melhor e eles dão uma entrega melhor para seus alunos. Então, acaba que ainda que não haja participação dos pais dos alunos há sim um reflexo disso em todo o ambiente escolar”, diz advogada.
A advogada fala ainda sobre os eventos de integração que são promovidos com alunos de outras unidades da instituição. “2% da arrecadação visa justamente essa integração entre os colégios, tem alguns eventos que eles fazem a reunião de todos os colégios. Inclusive, trazem alunos dos colégios militares do interior para cá e fazem essa interface entre colégios e obviamente esses eventos demandam despesas”, completa Maria Tereza.
Despesas
Nos documentos, que não são disponibilizados para os pais dos alunos, há ainda a descrição de gastos com chope, almoço de comandantes, serviços de social mídia, esmalteria, barbearia e até mesmo com serviço de policiamento. Há também o registro de bonificações e doações sem o detalhamento das respectivas justificativas.
Entre os registros, as despesas com almoços de comandantes somam R$ 8 mil, com barbearia R$ 1,3 mil, com chope R$ 3,2 mil, e com esmalteria R$ 214. Além disso, há doações e bonificações com valores de R$ 2 mil reais e que chegam até R$ 5 mil.
Colégio militar compra esmaltes, bebidas alcoólicas e paga serviço de barbearia, em Goiânia, Goiás
Reprodução/TV Anhanguera
Medo
A mãe de um dos alunos que estudam no Colégio, afirmou que sente medo ao cobrar da APMF os documentos referentes à prestação de contas.
“Quando a gente vai cobrar uma prestação de contas limpa, transparente, no que a gente vai atrás para que haja mudanças, a gente é ameaçado, a gente é amedrontado, por se tratar de uma instituição policial”, afirmou.
De acordo com ela, os pais têm medo de ir ao Comando de Ensino da Polícia Militar e denunciar as situações que têm acontecido.
Nota da Associação de Pais, Mestres e Funcionários (APMF)
“Espetinhos, biscoitos, café, leite e achocolatado foram servidos no “Dia das Crianças” aos alunos do Colégio, ocasião em que teve solenidade e recreio estendido.
Sanduíches naturais, biscoitos, café, leite e achocolatado são adquiridos para eventos em que a Fanfarra composta por alunos do Colégio vai participar, as quais são externas e precisam de um lanche mais reforçado. Portanto, tais sanduíches são destinados aos próprios alunos que compõem a Fanfarra.
Pão francês, café, leite e achocolatado também são adquiridos para o café-da-manhã dos empregados da APMF, os quais NÃO estão autorizados tomar a merenda escolar, que é oferecida aos alunos.
Conforme se vê das fotografias em anexo, há sim jardins espalhados pelo Colégio, os quais demandam manutenções periódicas, sendo certo que o Colégio Vasco dos Reis é uma das maiores unidades dos Colégios da Polícia Militar.
Lixas e esmaltes: foram adquiridos para o evento de homenagem ao dia das mães dos alunos.
Barbearia: é disponibilizada uma estrutura dentro do colégio para que os alunos possam usufruir com um custo bem mais acessível.
Chopp: foi adquirido no fim do ano para a confraternização dos professores, a qual ocorreu fora do ambiente escolar.
Não há qualquer discriminação do aluno não pagante de taxa associativa da APMF para aluno pagante”.
Veja outras notícias da região no g1 Goiás.
Colégio Estadual da Polícia Militar – Unidade Vasco dos Reis, em Goiânia, Goiás
Reprodução/TV Anhanguera
VÍDEOS: últimas notícias de Goiânia e Região Metropolitana

Adicionar aos favoritos o Link permanente.