• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Haddad negocia com bancos corte de juro do cartão de crédito rotativo: ‘está prejudicando muito a população de baixa renda’

Ministro da Fazenda se encontra nesta segunda-feira com representantes da Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Segundo ele, boa parte das pessoas que estão negativadas no Serasa é por conta do cartão de crédito. O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou nesta segunda-feira (17) que vai negociar com as instituições financeiras uma redução da taxa de juros cobrada nas operações com o cartão de crédito rotativo – a linha de crédito mais cara no mercado financeiro.
“O desenho [do crédito do cartão rotativo] está prejudicando muito a população de baixa renda. Uma boa parte do que pessoal que está no Serasa hoje é por conta do cartão de crédito. Não só, mas é também por cartão de crédito. E as pessoas não conseguem sair do rotativo. É preciso encontrar um caminho negociado como fizemos com a redução do consignado dos aposentados”, declarou a jornalistas.
De acordo com ele, essa é uma das 14 medidas do pacote para destravar o crédito bancário que será anunciado nas próximas semanas pelo governo brasileiro. Algumas ações contam com a participação do Banco Central.
Haddad confirmou que o cartão de crédito rotativo é um dos temas a ser discutido em reunião ainda hoje com representantes da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), em Brasília.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.