• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Carol Duarte se destaca em ‘La Chimera’, filme italiano destaque no Festival de Cannes: ‘Tenho sorte’


Atriz de ‘A força do querer’ contracena com Josh O’Connor, de ‘Rivais’. Longa sobre escavações ilegais feitas por contrabandistas estreia nos cinemas brasileiros nesta quinta-feira (25). Nos últimos cinco anos, Carol Duarte participou de duas edições do Festival de Cannes. Em 2019, “A vida invisível”, sua estreia no cinema, ganhou a mostra Um Certo Olhar de Cannes. Em 2023, a atriz paulista de 32 anos voltou a Cannes com “La Chimera”, o segundo filme de sua carreira. Ele estreia nos cinemas brasileiros nesta quinta-feira (25) e participou da competição oficial pela Palma de Ouro. O prêmio foi para “Anatomia de uma queda”.
No longa dirigido por Alice Rohrwacher (de “As Maravilhas”, ganhador do Grande Prêmio do Júri de Cannes de 2014), ela interpreta Itália, jovem que se refugia na casa de Flora (Isabella Rossellini), sua professora de canto e avó de Arthur (Josh O’Connor, de “Rivais”), por quem acaba se encantando, apesar do jeito sombrio do rapaz.
“Eu tenho uma sorte porque o meu primeiro filme é do Karim. E aí a gente vai para Cannes. Aí o meu segundo filme é o ‘La Chimera’. Eu estou lá de novo na mostra competitiva e por coincidência, Karim também”, diz Carol ao g1. É o festival que todo mundo quer estar, porque é uma vitrine para o mundo. Então, é uma honra mesmo.”
Assista ao trailer do filme “La Chimera”
Carol conta que Rohrwacher a escolheu para o papel de Itália pouco antes de começar as filmagens. O convite aconteceu via “A vida invisível”: a diretora de fotografia, Hélène Louvart, é a mesma das duas produções. Foi ela quem sugeriu o nome de Carol.
O teste aconteceu por vídeo conferência porque a cineasta morava na Europa e Carol estava no Brasil. Cerca de dez dias depois, a atriz recebeu uma ligação: estava aprovada. Mais dez dias depois, ela já estava no set de filmagens, que aconteceram em 2022.
Itália (Carol Duarte) e Arthur (Josh O’Connor) numa cena de ‘La Chimera’
Divulgação
Atuação poliglota
Carol Duarte não teve muito tempo para se aprofundar no italiano. Mesmo assim, a atriz impressiona em cena com sua desenvoltura. Em algumas sequências, sua personagem chega a falar três idiomas numa mesma frase.
Questionada se teve dificuldades nesses momentos, a atriz conta que isso pode acontecer até quando tem que falar em português. “Às vezes, escapa uma palavra ou outra errada. Mas em outra língua, eu acho que o processo de relação afetiva na cena muda, então meu esforço foi ter um domínio mínimo do italiano, não só de uma conversa banal, mas um pouquinho mais para eu poder falar pelo meu coração. E do meu coração direto para a boca, sem uma lombada.”
A atriz só falou mais em português com a atriz Julia Vella, que vive Colombina, sua filha, porque ela é ítalo-brasileira.
Conectada com a vida
Carol Duarte e Josh O’Connor protagonizam o filme italiano ‘La Chimera’
Divulgação
Em “La Chimera”, Itália é uma espécie de contraponto do protagonista Arthur. Ele é um homem que sofre com a morte da esposa e prefere viver na escuridão das catacumbas, em busca de objetos funerários e relíquias com um grupo de amigos que buscam ganhar dinheiro com escavações ilegais. A personagem de Carol Duarte busca mostrar a Arthur que ele pode dar uma nova chance ao amor.
“A Alice não faz isso à toa. Ela também é a roteirista de seus filmes e isso é importante porque ela conduz bem essas duas forças. Essa linha tênue entre a vida que às vezes é cômica e às vezes é dramática. Foi aí que eu explorei muito com essa personagem. A Itália é uma mulher, em certa medida, destemida e conectada ao que existe”, resume Carol.
Outro momento marcante é uma cena em que Itália dança com Arthur e seus amigos. A atriz disse que se divertiu. “Foi bonito porque foi um momento da Itália, que você vê ela se divertindo consigo mesma. Então, foi uma ‘diária’ muito legal”, diz a atriz.
E o que dizer sobre a coincidência de “La Chimera” e “Rivais”, também estrelado por O’Connor, estrearem no mesmo dia no Brasil? “Eu acho Josh um ator fantástico. Antes mesmo de trabalharmos juntos, eu já o tinha visto em ‘The Crown’ (série em que interpretou o então Príncipe Charles). Acho ótimo o Josh no Brasil em dose dupla.”
Carol Duarte se prepara para rodar uma cena de ‘La Chimera’
Divulgação
Durante as filmagens de “La Chimera”, Carol descobriu a existência de um mercado marginal na Itália, que comercializa artefatos encontrados mais ou menos da maneira que o filme, ambientado em 1980, mostra. A atriz achou interessante o fato de esses “invasores” serem profundos conhecedores e amantas da arqueologia. “Então, foi super curioso estando lá e conhecendo os museus e tal, é fascinante esse outro mundo, né?”, pergunta Carol.
Amor por Ivan
Carol ficou mais conhecida no Brasil quando interpretou Ivana, que se torna o homem trans Ivan em “A Força do Querer” (2017), seu primeiro trabalho na TV. Ela conta que, mesmo sete anos depois, ainda recebe o carinho do público por causa de seu trabalho na novela de Glória Perez.
“Olha que loucura, como o tempo passa rápido! Eu sou super feliz porque novela é um negócio que atinge muita gente e as pessoas são sempre tão carinhosas comigo, sabe? Tão carinhosas por esse personagem que eu tenho muito amor”, diz Carol.
“Poderia dar muito errado. Mas quando dá certo, é uma equipe, né? Eu tenho uma gratidão muito grande com o Rogério Gomes [diretor], que comprou comigo essa direção para a Ivana. É uma novela da Glória Perez, ela deu toda a batuta ali, então foi uma alegria imensa.”
O personagem Ivan, de Carol Duarte, na novela ‘A Força do Querer’
Estevam Avellar/TV Globo
Depois de Cannes, Carol Duarte esteve na edição 2024 do Festival de Sundance, nos Estados Unidos, com a exibição de “Malu”, filme dirigido por Pedro Freire.
No longa, ainda não lançado no Brasil, ela interpreta Joana, filha de Malu (Yara de Novaes). A protagonista é uma atriz instável e desempregada, que vive com sua mãe conservadora em uma casa humilde de uma favela do Rio de Janeiro, próxima ao mar.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.