• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Homem que diz ter matado esposa devido a mordida no sexo tem prisão convertida para preventiva


Marcos Paulino, de 27 anos, se entregou na segunda (15), em Caconde (SP), e vai responder por feminicídio. Corpo de Tatiéle de Cássia dos Reis Gonçalves foi enterrado em MG. Marcos Vinicius Paulino matou a esposa a facadas em Caconde
Reprodução/Facebook
O trabalhador rural Marcos Vinicius Paulino, que confessou ter assassinado a esposa alegando uma mordida durante o sexo como motivação, teve a prisão em flagrante convertida para preventiva durante audiência de custódia nesta terça-feira (16), segundo o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP).
O homem de 27 anos não demonstrou arrependimento pelo assassinato de Tatiéle de Cássia dos Reis Gonçalves, de 37 anos, ao depor ao delegado João Delfino de Souza, na segunda-feira (15), em Caconde, interior de São Paulo. (Veja aqui o que se sabe sobre o feminicídio).
📲 Participe do canal do g1 São Carlos e Araraquara no WhatsApp
Marcos está na cadeia de Casa Branca e será transferido para uma penitenciária da região. O g1 não conseguiu contato com a defesa de Paulino até a última atualização da reportagem.
Ele vai responder por feminicídio e, em caso de condenação, pode pegar de 12 a 30 anos de prisão. O corpo de Tatiéle foi sepultado na manhã desta terça-feira (16) em Botelhos (MG).
LEIA TAMBÉM:
O QUE SE SABE: homem não mostrou arrependimento, diz delegado
FEMINICÍDIO: Homem mata esposa e diz à polícia que motivação foi mordida durante sexo
ENTERRO: Mulher morta por marido devido à mordida durante sexo é sepultada em MG
Homem se entrega depois de matar a mulher a facadas em Caconde
Assassinato após mordida no sexo
Casa onde mulher foi assassinada pelo marido em Caconde
Leandro Vicari/EPTV
O crime aconteceu por volta de 22h de domingo (14) na residência do casal, na Rua Duque de Caxias, no Centro de Caconde.
Segundo informações da Polícia Civil, Marcos disse que, após usar cocaína, foi ter relações sexuais com a esposa. Durante o ato, ela mordeu a mão esquerda dele e ele não gostou. O casal parou a relação depois disso.
Ao delegado João Delfino de Souza, responsável pela investigação, Marcos disse que esperou ela se trocar e dormir, pegou uma faca na cozinha e desferiu um golpe no pescoço e no tórax dela.
Suspeito de matar mulher se entregou à Polícia Militar em Caconde (SP)
Gui Burger/De Olho São José
Depois do crime, ele disse que fugiu para a zona rural. Na manhã de segunda, ele procurou a base da Polícia Militar e confessou o crime.
O homem disse que não teve nenhuma discussão com a esposa antes do crime. A faca do crime foi apreendida e estava quebrada.
A Polícia Civil tem 10 dias para concluír o inquérito e apura se há outra motivação para o crime.
Quem era a vítima?
Tatiéle de Cássia dos Reis Gonçalves foi assassinada a facadas pelo marido em Caconde
Reprodução/Facebook
Tatiéle de Cássia dos Reis Gonçalves, de 37 anos, era dona de casa e foi morar com Marcos em janeiro, após um mês de namoro. Ela não tinha filhos.
No Facebook, ela mantinha um perfil compartilhado com Marcos. O enterro de Tatiéle ocorreu no distrito de Palmeiral, em Botelhos (MG), cidade onde a família dela vive. O g1 não conseguiu contato com parentes dela.
Marido não demonstrou arrependimento, diz delegado
Marcos Vinicius Paulino confessou que matou a esposa em Caconde
Reprodução/Facebook
Marcos Vinicius Paulino tem 27 anos e é trabalhador rural. Vizinhos disseram à polícia que ele tinha uma boa relação com Tatiéle e nunca foram vistos brigando. Ele não tinha passagem pela polícia.
O homem disse que havia consumido cocaína. “Não demonstrava arrependimento, não estava muito normal a conduta dele”, disse o delegado que investiga o caso.
O que são as ‘migalhas emocionais’ usadas para manipular os outros
VÍDEOS DA EPTV:
Veja mais notícias da região no g1 São Carlos e Araraquara.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.