• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Bebê de um ano recebe alta mais de 50 horas após engolir moeda em Caraguatatuba: ‘Sensação de alívio’


A menina engoliu uma moeda de cinco centavos no sábado (13), mas só conseguiu retirar o objeto do corpo nesta segunda-feira (15), após endoscopia em São Paulo. Bebê de um ano recebe alta mais de 50 horas após engolir moeda em Caraguatatuba: ‘Sensação de alívio’.
Arquivo pessoal
A bebê de um ano que engoliu uma moeda em Caraguatatuba, no Litoral Norte de São Paulo, recebeu alta mais de 50 horas depois do acidente. Ela passou por uma endoscopia infantil em São Paulo, nesta segunda-feira (15), para retirada do objetivo, que estava no esôfago da criança.
✅ Clique aqui para seguir o canal do g1 Vale do Paraíba e região no WhatsApp
Pai da bebê, Kevin Moreira dos Santos revelou ao g1 nesta segunda-feira que a família estava em casa, no bairro Rio do Ouro, no último sábado, quando a criança acabou engolindo uma moeda de cinco centavos – leia mais detalhes abaixo.
A vida da família mudou completamente desde então, já que os pais acompanharam a bebê desde o acidente até o último procedimento, que aconteceu Hospital Central da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.
“A endoscopia aconteceu por volta das 16h dessa segunda e durou 30 minutos. Deu tudo certo, conseguimos tirar a moeda, que estava no esôfago dela. Finalmente ela está bem”, afirma Kevin.
Depois da realização da endoscopia, a bebê ainda ficou um período em observação no hospital da capital paulista, até que recebeu alta durante a noite de segunda, após exames constatarem que ela está bem.
Com a alta, a família voltou a Caraguatatuba e agora comemora o alívio após mais de dois dias de tensão pelo acidente.
“A sensação é de alívio. Estou sem palavras, porque esses últimos dias foram difíceis. Não conseguia pensar em mais nada. Ver ela voltar a comer depois de 56 horas do que aconteceu foi como tirar um peso de uma tonelada das costas.”
Bebê de um ano recebe alta mais de 50 horas após engolir moeda em Caraguatatuba
Arquivo pessoal
De acordo com Kevin, a moeda que a bebê de um ano engoliu será guardada para que a família não se esqueça de ser grata pela recuperação da criança.
“Alguns parentes falaram para eu jogar a moeda fora, mas decidi guardar para dar sempre valor à vida dela e também para lembrar sempre de ficar totalmente atento às crianças e não permitir que isso aconteça de novo”, encerra Kevin.
Acidente
Uma bebê de um ano ficou mais de dois dias internada após engolir uma moeda em Caraguatatuba (SP). O caso aconteceu na manhã do último sábado (13), quando a família estava na casa em que mora, no bairro Rio do Ouro. O pai viu a criança com a moeda na boca, mas não conseguiu evitar que ela engolisse.
Leia mais notícias do Vale do Paraíba e região
“Ela achou uma moeda de cinco centavos que estava no chão e colocou na língua. Sempre que ela coloca algo na boca eu peço para tirar e ela tira, mas dessa vez ela acabou sem querer empurrando a moeda com a mãozinha quando foi tentar tirar”, explica Kevin, que trabalha como gerente de uma empresa da cidade.
Bebê de um ano engole moeda em Caraguatatuba e é internada
Arquivo pessoal
Assim que engoliu a moeda a bebê engasgou. O pai iniciou a manobra de Heimlich (uma técnica de desengasgo), mas não deu certo. Ele, então, gritou por socorro e recebeu ajuda de um vizinho, que tem carro e conseguiu levar os dois até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Central de Caraguatatuba.
“Fomos correndo para a UPA e no carro eu continuei dando tapinhas nas costas da minha filha, até que em um momento ela voltou a respirar, mas não expeliu a moeda. Ela até vomitou, mas a moeda não saiu”, lembra.
Na UPA, os médicos fizeram um raio-x, que identificou que o objeto ainda estava na garganta da criança. Um dos atendentes chegou a tentar fazer a retirada da moeda manualmente, mas não conseguiu. Por isso, a bebê foi encaminhada para o hospital Stella Maris, ainda no último sábado (13)
Um novo raio-x foi feito na unidade e constatou que a moeda havia descido para o esôfago da criança. Com isso, passou a ser necessária a realização de um procedimento específico para retirada do objetivo.
“Como a moeda foi para a altura do esôfago, os médicos explicaram que ela precisa passar por uma endoscopia infantil, que não tem na unidade. Então entrou na fila para uma transferência”, afirma Kevin.
De acordo com o hospital Stella Maris, a unidade acionou a Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (Cross) para que a paciente fosse encaminhada para um hospital de referência.
A criança aguardou a transferência até a manhã desta segunda-feira (15), quando foi encaminhada para o Hospital Central da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, onde a endoscopia foi realizada com sucesso.
Santa Casa de Misericórdia de São Paulo
Reprodução/Santa Casa
Veja mais notícias do Vale do Paraíba e região bragantina

Adicionar aos favoritos o Link permanente.