• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Criminosos quebram parede de joalheria e furtam centenas de relógios e joias na Zona Leste de SP


Crime foi registrado na Avenida Marechal Tito, em São Miguel Paulista. Segundo o gerente da loja, o prejuízo foi de cerca de R$ 400 mil. Ladrões invadem e furtam joalheria na Zona Leste de SP
Reprodução
Criminosos invadiram e furtaram uma joalheria na Avenida Marechal Tito, em São Miguel Paulista, Zona Leste de São Paulo, na madrugada de segunda-feira (4).
Os ladrões arrombaram uma porta do depósito, quebraram a parede e retorceram placas de aço para conseguirem entrar no estabelecimento. Segundo o gerente da loja, o prejuízo foi de cerca de R$ 400 mil.
Clique aqui para se inscrever no canal do g1 SP no WhatsApp
Câmeras de segurança registraram o momento em que três homens entraram no comércio. Nas imagens, é possível ver que eles pegaram o dinheiro que estava no caixa e usaram luvas e celulares para iluminar o local.
Os criminosos chegaram a arrancar o HD do armazenamento das imagens das câmeras. Porém, outras câmeras instaladas no local geraram imagens via wi-fi, e registraram a ação.
Ainda nas imagens é possível ver que os homens vasculharam várias gavetas e escolheram os produtos que seriam levados.
Eles ainda encontraram um molho de chaves e tentaram abrir as vitrines. Sem sucesso, usaram uma barra de ferro para retirar a porta de vidro e conseguiram pegar mais produtos.
Criminosos furtaram centenas de relógios e joias em joalheria na Zona Leste de SP
Reprodução
O alarme chegou a ser acionado, mas eles arrancaram a sirene e continuaram o furto. Para o gerente, que prefere não se identificar, os criminosos estudaram bem como iriam invadir o local.
“A forma como aconteceu, eles foram muito precisos. A parede que eles escolheram para quebrar ali. Se é meio metro pra um lado, meio metro pro outro, já não daria tão certo. A forma como vieram na vitrine, meio que escolhendo assim o que vai levar, o que não vai. Tudo que eles levaram é o que a gente tinha de mais valor na loja, né?”.
“Levaram muita coisa, entre relógios, joias, dinheiro. A gente estima aí que uns 300 relógios, 350. Joias a gente tinha umas 200 de ouro. De prata era umas 300, 400. Tinha muita coisa”.
As imagens foram levadas até o 22º Distrito Policial, de São Miguel Paulista. O caso foi registrado como furto. Ninguém foi preso.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.