• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Ucrânia diz ter afundado navio de patrulha da Rússia avaliado em R$ 320 milhões


No ano passado, as forças ucranianas conseguiram provocar o recuo da poderosa frota russa no Mar Negro com mísseis e drones. Moscou não comentou ataque. Imagem divulgda pelo Ministério da Defesa da Ucrânia mostra ataque de drone a navio russo no Mar Negro
Ministério da Defesa da Ucrânia/via Reuters
O Exército ucraniano anunciou nesta terça-feira que suas tropas destruíram um navio patrulha de guerra russo no Mar Negro, perto da costa da Crimeia.
“Depois do ataque de drones marítimos Magura V5, o navio russo Projet 22160 ‘Sergei Kotov’ sofreu danos na popa, a estibordo e bombordo”, afirmou o Serviço de Inteligência Militar ucraniano no Telegram.
De acordo com a mensagem, o navio seria avaliado em US$ 65 milhões (R$ 320 milhões).
O porta-voz da Inteligência ucraniana, Andriy Yusov, declarou que o navio já havia sido danificado em um ataque anterior, mas desta vez “foi definitivamente destruído”.
“No que diz respeito à tripulação, a situação está sendo esclarecida. Há mortos e feridos. Mas é provável que parte da tripulação tenha sido retirada”, afirmou.
O Ministério da Defesa russo não fez comentários sobre um ataque de drones no Mar Negro.
No ano passado, as forças ucranianas conseguiram provocar o recuo da poderosa frota russa no Mar Negro com mísseis e drones.
O Exército ucraniano afirma que um terço dos navios militares russos na região foram “inutilizados”.
Ao mesmo tempo, as autoridades russas relataram um ataque ucraniano contra uma estação ferroviária na região de Kursk, perto da fronteira.
“A estação ferroviária de Glushkovo foi alvo nesta terça-feira de ataques por parte da Ucrânia”, escreveu o governador da região, Roman Starovoit. Ele afirmou que a ação “não deixou feridos”, mas provocou um incêndio já controlado e queda de energia elétrica.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.