• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Crianças de seis e sete anos lançam livro ilustrado no Ceará; conheça


Lis Maria, de sete anos, e Bê Alencar, de seis, fizeram juntos, a obra “Lis e suas sapatilhas mágicas”. O lançamento acontece neste sábado (2) em Fortaleza. Lis escreveu e Bê desenhou. Crianças de seis e sete anos lançam livro ilustrado no Ceará
Com apenas seis e sete anos, respectivamente, Bê Alencar e Lis Maria lançam neste sábado o livro ilustrado “Lis e suas sapatilhas mágicas”.
Em uma mistura de ficção e autobiografia, a obra conta a história de uma bailarina de cabelos cacheados que usa suas sapatilhas rosa neon para entrar em um mundo mágico.
O lançamento acontece de 10h às 13h na Livraria Leitura do Shopping Riomar Fortaleza. Lis escreveu e Bê ilustrou.
LEIA TAMBÉM:
Ceará tem sete açudes sangrando e 10 reservatórios com volume acima de 90%
Urca abre seleção para 93 professores em seis cidades do Ceará
Entre ficção e autobiografia
Conheça a capa do livro.
Divulgação/Casa de Memória
Ao g1, a pequena escritora contou como surgiu a ideia para o livro e revelou estar animada para dividir com outras crianças a história da bailarina.
“Eu faço balé e um dia minha professora disse que minha sapatilha estava pequena. E aí comecei a imaginar para fazer o livro. Queria contar a história porque gosto muito de balé e de ler. Por isso fiz essa história”, explicou ao g1.
A produção começou em 2023. Lis ia contando para a mãe a história, que foi ganhando forma no computador. O convite para Bê ilustrar não foi à toa: os traços do menino mostram que ele entende bastante de arte. Os dois se tornaram amigos e até fazem aniversário no mesmo dia, em 14 de fevereiro.
“Foi uma experiência muito legal. Estava desenhando e pintando, e meu pai estava no computador”, contou Bê.
O pai dele, Lincoln Souza, é também ilustrador e ajudou Bê a se descobrir no mundo dos desenhos e da literatura.
“O Lincoln chegou com os desenhos mais ou menos feitos e até comentei que era isso que queria. Para nossa surpresa, ele falou para a gente que o desenho tinha sido feito pelo filho. Foi o que a gente mais gostou, porque seria literatura cearense feita por duas crianças”, contou Thânia Figueiredo, mãe de Lis.
Lis escreveu e Bê ilustrou o livro.
Divulgação
A conversa com a professora na vida real foi o pontapé para Lis criar um mundo mágico. Thânia, que também é pediatra, disse que a leitura e a escrita têm ajudado Lis a ficar afastada das telas. Por isso, incentivar a arte se tornou tão importante:
“Luto muito no meu dia a dia com esse negócio de sair das telas e essa foi uma forma de prender ela em uma coisa que usasse a imaginação, incentiva a leitura. O maior objetivo foi esse”, contou.
O lançamento do livro vai ser também um momento lúdico. Os pais convidaram uma contadora de história para apresentar a obra ao público:
“Estou animada para lançar meu livro. Chamei vários amigos meus e estou muito animada”, concluiu Lis.
Assista aos vídeos mais vistos do Ceará:

Adicionar aos favoritos o Link permanente.