• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

‘Não quer falar de jeito nenhum’, diz mãe de criança de 2 anos que levou quase 20 mordidas em escola de Coruripe, AL

Escola Professora Maria Zenaide, que tem convênio com a Prefeitura de Coruripe. Mãe diz que criança de 2 anos que levou 19 mordidas em escola de AL está traumatizada
A mãe que denunciou que o filho de 2 anos foi mordido 19 vezes em uma escola em Coruripe, no interior de Alagoas, contou que a criança não quer falar sobre as mordidas. A família registrou queixa na polícia nesta sexta-feira (1º) e fez exame de corpo de delito na criança.
Débora Gomes disse que o filho é uma criança extrovertida, que gosta de conversar, mas que ele menino não responde ou muda de assunto quando ela tenta falar sobre o que ele sofreu na escola.
“A gente pergunta. Ontem tentamos perguntar, mas também não quis forçar para não piorar a situação. Ele não quis tocar no assunto, e ele é uma criança que fala tudo. Quem conhece ele sabe. Ele explica tudo. Ele fala tudo bem direitinho. Qualquer pessoa entende, mas esse assunto ele não quer falar de jeito nenhum. Hoje já perguntei, mas a única coisa que ele fala é ‘foi o coleguinha que mordeu’. Não fala nada além disso”, contou a mãe.
O caso ocorreu na Escola Professora Maria Zenaide, que tem convênio com a Prefeitura de Coruripe.
Segundo o Município, são 21 crianças matriculadas na classe do menino agredido e três profissionais para cuidar de todas elas, sendo uma professora e duas auxiliares.
Em nota à imprensa, a Prefeitura de Coruripe informou que será aberto um processo administrativo para apurar os fatos e as responsabilidades. Disse ainda que reafirma o comprometimento em adotar as medidas necessárias para garantir que situações como essas sejam tratadas com a devida seriedade.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.