PM é condenado a mais de 18 anos de prisão por matar homem que teria olhado para ele em bar de Fortaleza


Policial também vai responder por tentativa de assassinato contra uma segunda pessoa que foi baleada durante a discussão, mas sobreviveu; crime aconteceu em agosto de 2020 no Bairro Serviluz. Conselho de Sentença do 3º Tribunal do Júri da Comarca de Fortaleza decidiu pela condenação do PM em sessão realizada nesta terça-feira (11)
Divulgação
Um policial militar foi condenado nesta terça-feira (11) a 18 anos e oito meses de prisão pelos crimes de homicídio duplamente qualificado e tentativa de assassinato ocorridos no Bairro Serviluz, em Fortaleza, em agosto de 2020. Conforme denúncia do Ministério Público do Ceará, o PM matou a vítima durante uma discussão em um bar, após suspeitar que ela e outra pessoa estariam olhando para ele.
O agente também já respondia a um processo por homicídio qualificado e tentativa de homicídio, que transita na Vara Única da Comarca de Jijoca de Jericoacoara, no litoral oeste do estado. Além da condenação de 18 anos, o réu foi sentenciado a um mês de detenção pelo crime de ameaça.
LEIA TAMBÉM:
Policiais militares são presos suspeitos de envolvimento nas mortes de advogada e mãe no Ceará
Dois policiais militares são presos suspeitos de sequestro e morte de homem na Grande Fortaleza
Segundo a decisão, os jurados reconheceram que o soldado cometeu o assassinato e a tentativa de homicídio, com as qualificadoras de motivo fútil e mediante recurso que dificultou a defesa das vítimas, uma delas chegou a ser baleada, mas sobreviveu ao ataque.
O juiz Fábio Rodrigues Sousa, da 3ª Vara do Júri do Fórum Clóvis Beviláqua, que presidiu o julgamento, negou ao réu o direito de recorrer em liberdade em virtude da gravidade dos fatos.
Para o magistrado, ficou evidenciado “o risco que correrá a ordem pública acaso [o acusado] seja devolvido à liberdade antes do trânsito em julgado [quando não há mais possibilidade de recurso] da presente decisão”.
Veja mais notícias do Ceará no g1 em 1 Minuto:

Adicionar aos favoritos o Link permanente.