Imagens de câmeras de segurança mostram assalto organizado por uma mulher que se passava por vítima do crime


Investigações apontam que mulher seria mandante de assaltos em Araguaína. Suspeita foi presa em Teresina (PI) nesta quinta-feira. Imagens da câmera de segurança mostram assalto em que a suspeita se passava por vítima do assalto que organizou
Reprodução/TV Anhanguera
Uma mulher de 25 anos foi presa nesta quinta-feira (13), em Teresina (PI). Ela foi condenada a mais de 12 anos de prisão por ser mentora de roubos praticados em Araguaína, no norte do Tocantins. Ação foi realizada pelas Polícias Civis do Piauí e do Tocantins.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
Mulher é suspeita de comandar roubos em Araguaína; saiba mais
O delegado de Araguaína, Felipe Crivelaro, explica que a suspeita foi condenada por um roubo praticado em 2019 a um petshop. “Na ocasião, a mentora trabalhava no local e simulou estar sendo vitimada também. O processo encerrou e foi confirmada a condenação de 12 anos, sendo expedido o mandado para cumprir a pena em definitivo”, ressaltou o delegado.
LEIA TAMBÉM
Vídeo mostra criminosos armados assaltando pet shop em Araguaína
Suspeito de praticar roubo em casa de rações é indiciado pela Polícia Civil
As investigações apontam ainda que a mulher teria participado de outro roubo no Maranhão, ajudando na fuga de assaltantes de uma joalheria. Ela está em Teresina e deve ser transferida para Araguaína.
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.