Polícia Civil investiga denúncia de assédio contra médico da UPA de Campo Belo, MG


Profissional foi afastado do cargo pela prefeitura e processo administrativo foi aberto para também apurar o caso. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar denúncias de assédio contra um médico plantonista da UPA de Campo Belo (MG). O profissional foi afastado do cargo pela prefeitura, que abriu processo administrativo para também apurar o caso.
De acordo com o Secretário de Saúde de Campo Belo, José Assunção, duas mulheres foram até a UPA, no bairro Cidade Montesa, onde contaram que teriam sofrido assédio do médico plantonista.
O secretário destacou que elas também prestaram queixa na Polícia Militar contra o médico, que foi detido, levado à delegacia e liberado após prestar depoimento.
A Prefeitura de Campo Belo afastou o médico até o fim do processo interno.
Polícia Civil investiga denúncia de assédio contra médico da UPA de Campo Belo (MG)
Reprodução/EPTV
A assessoria de comunicação da Polícia Civil informou que instaurou inquérito para apurar as denúncias de violação sexual mediante fraude que teria sido praticada pelo médico.
Conforme a polícia, vítimas e testemunhas já foram ouvidas. O inquérito está em segredo de Justiça por se tratar de investigação de crime sexual. A identidade do médico não foi divulgada.
Veja mais notícias da região no g1 Sul de Minas

Adicionar aos favoritos o Link permanente.