O que se sabe sobre a empresária de Uberaba encontrada morta no interior de SP; ex foi preso suspeito do crime


Andrea Rodovalho estava desaparecida desde o dia 3 de abril e o corpo foi achado na segunda (10). Suspeito do crime é Fabio Junior de Almeida Lopes, preso na rodoviária de São José do Rio Preto (SP). Andrea Garcia Rodovalho, empresária desaparecida em Uberaba
Reprodução/Redes Sociais
A Polícia Civil segue com as investigações da morte da empresária de Uberaba Andrea Garcia Rodovalho. Ela estava desaparecida desde o dia 3 de abril e o corpo foi encontrado em São José do Rio Preto (SP), na segunda-feira (10).
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
O ex-namorado dela Fabio Junior de Almeida Lopes foi preso suspeito do crime. Veja o que se sabe sobre o caso a partir das perguntas e respostas abaixo:
Quem é a vítima?
Andrea Garcia Rodovalho era empresária de Uberaba, de 47 anos.
Como foi o desaparecimento?
No 31 de março ela saiu de casa. Familiares não tiveram notícias nos dias 1º e 2 de abril. No dia 3, André Luís, advogado de Andrea, foi até a polícia relatar o desaparecimento. Dias depois foi confirmada a morte dela. O corpo foi encontrado na segunda-feira (10).
Quem é o suspeito?
O suspeito do crime é Fabio Junior de Almeida Lopes, de 42 anos. Ele era ex-namorado de Andrea e tinha um relacionamento de “idas e vindas”.
Qual foi a sequência dos acontecimentos?
Andrea e Fábio Júnior foram para um motel em Uberaba. Após uma discussão, no dia 1º de abril, a mulher foi morta. Em seguida, foi colocada no porta-malas do carro dela e foi levada para Colina (SP), cerca de 125 km de Uberaba.
Em Colina, cidade em que Fabio tem parentes, ele queimou e descartou o corpo dela em uma área rural. O corpo estava em estado avançado de decomposição.
O carro dela foi encontrado abandonado em São José do Rio Preto no sábado (8). No veículo foram encontrados vestígios de sangue, de acordo com peritos.
Fabio Junior foi preso na rodoviária de São José do Rio Preto, cidade que fica cerca de 220 km de Uberaba. Ele iria pegar um ônibus para Santos (SP). Depois da prisão, o corpo da mulher foi encontrado.
Como descobriram o crime?
No dia 3 de abril, a família denunciou o desaparecimento. Por meio de depoimentos e diligências, investigadores descobriram que o namorado da vítima estava envolvido no crime e obtiveram um mandado de prisão temporária.
Conforme o delegado da Polícia Civil em Uberaba, Cyro Moreira, o suspeito contou para a própria família que teria matado a vítima e que estava com os documentos e cartões dela.
Durante a fuga, ele também entrou em contato com a família de Andrea Rodovalho, tentando se justificar.
LEIA TAMBÉM:
UBERLÂNDIA: Homem morre após ser atropelado por caminhonete
‘CEMITÉRIO DEPENADO’: Homem é preso por furtos de lápides e dono de ferro-velho por receptação em Paracatu
INVESTIGAÇÃO: Autor de ataque a creche em Blumenau agiu sozinho, afirma Polícia Civil
📲 Confira as últimas notícias do g1 Triângulo e Alto Paranaíba
📲 Acompanhe o g1 no Instagram e no Facebook
📲 Receba notícias do g1 no WhatsApp e no Telegram
VÍDEOS: veja tudo sobre o Triângulo, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas

Adicionar aos favoritos o Link permanente.