Gerente de empresa de reciclagem é presa por produzir substância tóxica que provoca danos ambientais e à saúde no litoral de SP


Mulher de 34 anos foi liberada após pagamento de fiança. Caso ocorreu na noite da última terça-feira (11) em Itanhaém (SP). Gerente foi presa por produzir substância tóxica em empresa de reciclagem em Itanhaém (SP)
Polícia Civil/Divulgação
Uma gerente comercial de uma empresa de reciclagem, de 34 anos, foi presa pela produção de substância tóxica no local, na noite da última terça-feira (11), na estrada do Rio Preto, no bairro Gaivota, em Itanhaém, no litoral de São Paulo. Segundo apurado pelo g1, nesta quarta-feira (12), a mulher foi liberada após pagamento de fiança.
Policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) do município, foram comunicados em fevereiro deste ano que a empresa havia realizado desmatamento de mata nativa, além de ter processamento, movimentação e manuseio de material poluente ou perigoso à saúde humana no local.
A Polícia Civil obteve a informação de que a prefeitura teria fiscalizado a área, mas que as atividades não foram encerradas após determinação e, por este motivo, realizaram as investigações.
Empresa de reciclagem fica localizada na estrada do Rio Preto, no bairro Gaivota, em Itanhaém (SP)
Polícia Civil/Divulgação
No local, os policiais encontraram misturados ao solo: placas de eletrônicos, metais, plásticos, borrachas, espuma de carro, amostra do solo do local com indícios de contaminação de óleo lubrificante. Estes sem nenhum tipo de cautela para impermeabilização, contaminando-o.
Segundo apurado pelo g1 com a Polícia Civil, os materiais coletados são potencialmente poluidores e se manuseados de forma incorreta podem gerar graves danos à saúde humana e ao meio ambiente.
Além dos danos ambientais, a polícia constatou que os trabalhadores não possuíam local adequado para refeições e descanso. Os responsáveis da empresa serão notificados e ouvidos, mas, até o momento, não se apresentaram.
Dois tratores e um caminhão foram apreendidos por policiais da DIG de Itanhaém em empresa de recicláveis
Polícia Civil/Divulgação
Foram apreendidos dois tratores e um caminhão, que eram usados na prática do crime. A DIG prosseguirá com as investigações com objetivo de apurar os danos causados, bem como adoção de medidas para a limpeza do local.
De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP), foram solicitados exames junto ao Instituto de Criminalística (IC). Resíduos, matérias poluentes e máquinas foram apreendidas. A suspeita foi autuada e encaminhada à DIG de Itanhaém, onde o caso foi registrado.
Refeitório de empresa de reciclagem em que gerente foi presa por produzir substância tóxica em Itanhaém (SP)
Polícia Civil/Divulgação
VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias

Adicionar aos favoritos o Link permanente.