Durante discussão, aluno tenta derrubar professor de cadeira dentro de sala de aula em Assis; vídeo


Caso ocorreu na Escola Estadual Carlos Alberto de Oliveira, na segunda-feira (10). Nas imagens, estudante chega a chutar e derrubar mesa do docente. Secretaria da Educação disse que acionou responsáveis do aluno. Aluno tenta derrubar professor de cadeira durante discussão na sala de aula em Assis
Um vídeo que mostra uma discussão entre um aluno e um professor dentro de uma sala de aula da Escola Estadual Carlos Alberto de Oliveira, em Assis (SP), viralizou nas redes sociais. O caso ocorreu na segunda-feira (10).
Nas imagens, o estudante aponta o dedo repetidas vezes para o docente e tenta derrubá-lo da cadeira. Enquanto a discussão acontece, outros alunos assistem à cena sem intervir (assista acima).
Ao longo do debate, o professor sugere que ambos conversem fora da unidade escolar. “Lá fora, a hora que eu sair, você chama eu”, diz o docente. O aluno responde: “Vamos lá agora?”
Vídeo mostra momento de discussão em sala de aula de Assis (SP)
Reprodução

O vídeo dura cerca de dois minutos. Em dado momento, o estudante joga e chuta a mesa do professor no chão. Logo depois, uma funcionária intervém e pede para que o aluno saia da sala.
Em nota, a Secretaria da Educação disse que a equipe gestora “tomou todas as providências quando o caso ocorreu, acionando e orientando os responsáveis do aluno”.
“A unidade realizou ações educativas sobre o assunto com os estudantes, professores, equipe gestora e o programa de Melhoria da Convivência e Proteção Escolar (CONVIVA). As aulas continuam normalmente”, informou a pasta.
A secretaria não soube informar o motivo da discussão, nem se o aluno recebeu algum tipo de punição.
Em nota, o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) disse se solidarizar junto ao professor envolvido no episódio.
“Uma afronta, um desrespeito e uma atitude insustentável de ser vista. A atitude do professor foi impecável, não reagiu e se portou como esperado, lúcido. Está difícil dentro da sala de aula, a sociedade precisa ter ciência da situação, os professores estão sendo massacrados, estamos juntos nesta situação”, diz o texto.
O g1 tentou entrar em contato com o docente, mas não obteve retorno até a publicação da reportagem.
Confira mais notícias do centro-oeste paulista:
Veja mais notícias da região no g1 Bauru e Marília

Adicionar aos favoritos o Link permanente.