• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Bauru confirma quarta morte por dengue este ano


Vítima é um idoso de 62 anos, que morreu na sexta-feira (14). Sintomas tiveram início no dia 24 de março. O mosquito Aedes aegypti é o principal transmissor de dengue, zika e chikungunya em regiões urbanas do Brasil
João Paulo Burini/Getty Images via BBC
Bauru (SP) confirmou, nesta terça-feira (18), a quarta morte por dengue no município em 2023.
De acordo com a prefeitura, a vítima é um idoso de 62 anos que apresentou os primeiros sintomas no dia 24 de março. Ele morreu na sexta-feira (14).
O paciente foi atendido no serviço público municipal, possuía diabetes e hipertensão e não fez deslocamentos recentes a outras cidades, o que caracteriza o caso como autóctone (contraída no município).
Com o novo registro, Bauru confirmou sua quarta morte por dengue no ano. As primeiras vítimas foram duas menores de idade: uma adolescente de 15 anos, em fevereiro, e uma criança de 9 anos, em março. Esta última morreu enquanto aguardava um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Já aa terceira morte foi de um idoso de 87 anos.
Tupã registra 1ª morte por dengue neste ano; vítima é homem de 32 anos
Agudos registra 1ª morte por dengue neste ano; vítima é idoso de 64 anos
Ribeirão do Sul, com 4,5 mil moradores, confirma epidemia de dengue
Preocupação com a dengue
Em boletim epidemiológico divulgado nesta terça-feira, a Secretaria de Saúde, por meio do Departamento de Saúde Coletiva, informou o registro de 4.137 casos autóctones e 10 casos importados de dengue, entre o período de 8 de janeiro até esta terça, no município.
Ainda segundo a administração municipal, deste total, 58 casos apresentam “sinais de alarme”. Há ainda 3.597 casos suspeitos em investigação.
O número de casos acende um alerta, já que, em 2019, a cidade viveu sua maior epidemia de dengue da história, quando 26 mil casos foram confirmados e ocorreram 39 mortes pela doença.
Veja mais notícias da região no g1 Bauru e Marília
Confira mais notícias do centro-oeste paulista:

Adicionar aos favoritos o Link permanente.