Defesa Civil vistoria três apartamentos após incêndio em Maceió; imóveis não oferecem risco


Moradores de três imóveis foram informados que já podem retornar ao local em segurança. Incêndio destruiu apartamento no andar térreo e danificou a estrutura do prédio. Três pessoas morreram. Defesa Civil de Maceió faz vistoria em apartamentos atingidos por incêndio
Ascom
A Defesa Civil de Maceió esteve nesta quarta-feira (12) no prédio atingido por um incêndio no Benedito Bentes. Os fiscais vistoriaram três apartamentos onde os moradores foram orientados a não retornar por medidas de segurança. Depois da análise, os moradores podem voltar ao local com segurança.
O fogo atingiu um imóvel no andar térreo na manhã de terça (11). Três pessoas morreram e sete ficaram feridas.
Os fiscais avaliaram que as paredes dos imóveis vistoriados já estavam frias o suficiente para que não houvesse dilatação de azulejos de paredes ou do piso, o que poderia causar algum acidente. A Defesa Civil informou que não havia danos estruturais e por isso, informou que os moradores que eles poderiam retornar em segurança.
Entretanto, foi recomendado aos moradores que sejam contratados profissionais habilitados para verificar a encanação dos imóveis, já que houve vazamento de água causado pelo incêndio. Além disso, foi recomendado que os moradores não utilizem a tomada dos chuveiros elétricos, se houver, até que haja a verificação.
Assim que as chamas foram controladas, o Corpo de Bombeiros realizou uma perícia no apartamento que pegou fogo e descartou a hipótese de que o incêndio foi causado por um vazamento de gás. A perícia no local durou duas horas. Ao contrário do que se levantou inicialmente, o mais provável é que o incêndio tenha começado na sala, mas a causa ainda é indefinida. Os bombeiros trabalham com diversas causas possíveis, desde curto-circuito até mesmo ação humana. O prazo para conclusão do laudo é de 30 dias.
O incêndio começou por volta das 9h. As chamas se alastraram rapidamente e atingiram todo o imóvel, deixando paredes, móveis e eletrodomésticos destruídos.
Uma mulher de 35 anos, desesperada para fugir do prédio em chamas, pulou do terceiro andar e sofreu fratura exposta. Ela foi socorrida e encaminhada para o Hospital Geral do Estado (HGE). Ela se desesperou ao ver que o imóvel no térreo estava em chamas e não conseguiria sair pela porta do edifício.
Uma criança de 9 anos inalou muita fumaça e foi encaminhada ao HGE em estado grave. Ela sofreu queimaduras no tórax e braços e está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
Fogo destruiu imóvel no Vale Bentes
Corpo de Bombeiros
Assista aos vídeos mais recentes do g1 AL
Veja mais notícias da região no g1 AL

Adicionar aos favoritos o Link permanente.