• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Alunos do centro-oeste paulista vencem torneio nacional de robótica e se classificam para mundial nos EUA


Estudantes de Bauru e Santa Cruz do Rio Pardo (SP) se destacaram no 12º Torneio Nacional de Robótica, realizado em Brasília (DF), no fim de semana. Alunos do Sesi-Senai de Bauru (SP) venceram categoria de maior prestígio da competição. Alunos do Sesi-Senai Bauru venceram prêmio Impact Award
Divulgação
Alunos do Sesi-Senai de Bauru (SP) e do Sesi de Santa Cruz do Rio Pardo (SP) foram destaques no 12º Torneio Nacional de Robótica e se classificaram para a competição mundial da categoria em Houston, nos Estados Unidos.
📲 Participe do canal do g1 Bauru e Marília no WhatsApp
Considerado o maior festival de robótica da América Latina, o evento foi realizado no fim de semana, no Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade, em Brasília (DF), com a participação de mais de dois mil estudantes, de nove a 19 anos.
Os competidores, de ensino fundamental, ensino médio e cursos técnicos de todo o Brasil, foram distribuídos em 62 equipes.
Apesar do 4º lugar no ranking final, a equipe de robótica do Sesi-Senai Bauru Octopus 7567 venceu o prêmio Impact Award, categoria de maior prestígio da For Inspiration and Recognition of Science and Technology (First).
O prêmio é concedido ao time que melhor representa um modelo a ser seguido pelos demais e que melhor incorpora o propósito e os objetivos da organização.
Alunos da região vencem torneio nacional de robótica e se classificam para mundial nos EUA
“Eles [alunos] receberam as orientações das missões que o robô deveria realizar no dia 6 de janeiro deste ano e, em 45 dias, tiveram que projetar, produzir e programar e despachá-lo para o local do evento”, conta Ademir Redondo, diretor da unidade do Sesi Bauru.
Na categoria, os estudantes do ensino médio precisaram construir e programar robôs de tamanho industrial, de até 54 quilos e 1,5 metro de altura, para competir em um jogo de arena, por meio de alianças formadas com outros times. Os robôs foram construídos a partir de um kit de peças, que, em sua maioria, são doados por indústrias de diversos segmentos.
Apesar da equipe bauruense ser composta por 30 estudantes, apenas oito alunas e dois alunos, de 15 a 18 anos, puderam participar da competição nacional. Eles tiveram a ajuda de cinco professores.
“Os juízes afirmaram que a equipe teve uma sacada incrível e criou uma ferramenta de ensino criativa, divertida e interativa, que explora diversos temas”, comenta o diretor.
Robôs precisaram cumprir série de tarefas em torneio de robótica
Divulgação
Com o desempenho, a equipe garantiu vaga para a fase final em Houston, nos Estados Unidos. A competição internacional será os dias 17 e 20 de abril deste ano.
“São jovens que, além de se dedicarem para ampliarem seus conhecimentos em tecnologia, engenharia, matemática, também avançam nas ações sociais, buscando impactar o maior número de pessoas”, completa.
Mais destaques
Os alunos do Sesi de Santa Cruz do Rio Pardo também se classificaram para o torneio internacional. A equipe Pardoboots conquistou o 2º lugar na FIRST LEGO League (FLL), na categoria Champion’s Award.
Evento de robótica em Brasília (DF) reuniu milhares de estudantes
Divulgação
Na modalidade, os estudantes de nove a 16 anos precisaram construir robôs de LEGO com um projeto inovador, que buscasse soluções para problemas do dia a dia da sociedade moderna. Os projetos deveriam ser compostos pelos conceitos de STEAM: Ciências, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática.
Formado por nove estudantes, o time de Santa Cruz do Rio Pardo construiu o robô que executou as funções/missões definidas pela competição, com tempo e qualidade.
Time Pardoboots de Santa Cruz do Rio Pardo foi destaque em torneio de robótica
Divulgação
“Meu sonho era que eles pudessem vivenciar aquilo que eu vivi, que a vida deles também pudesse ser transformada. Eu me sinto extremamente orgulhosa do trabalho que as crianças desenvolveram. O resultado foi obtido através de muito treino, dedicação e resiliência”, contou Mônica Marques dos Santos, que já foi aluna Sesi e participante do time de robótica, e hoje, é orientadora de educação digital.
Outros destaques da região foram o 5º lugar, na categoria Biotech, do Sesi de Barra Bonita (SP), que garantiu vaga para a equipe no aberto europeu, na Noruega, e a vitória dos alunos do Sesi de Ourinhos (SP) no Desafio do Robô. A equipe ficou como suplente na categoria FIRST Lego League Challenge (FLL) para uma possível vaga no mundial.
Equipe do Sesi de Ourinhos se destacou no Desafio do Robô
Divulgação
Veja mais notícias da região no g1 Bauru e Marília
Confira mais notícias do centro-oeste paulista:

Adicionar aos favoritos o Link permanente.