• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Ano bissexto: maternidade no Acre registra nascimento de sete bebês nesta quinta, 29 de fevereiro


Três crianças nasceram de parto normal durante a madrugada desta quinta (29). Pela manhã, os médicos fizeram dois partos de gêmeos – dois meninos e duas meninas – na Maternidade Bárbara Heliodora. Ano bissexto: maternidade no Acre registra nascimento de sete bebês no dia 29 de fevereiro
Sete bebês que nasceram na Maternidade Bárbara Heliodora, em Rio Branco, nesta quinta-feira entraram para um seleto grupo de pessoas: os de nascidos no dia 29 de fevereiro, uma data que só acontece a cada quatro anos. Dos sete partos feitos na unidade de saúde, dois foram de gêmeos.
Nascer em 29 de fevereiro é um feito raro, a chance de alguém vir ao mundo nesta data é de uma em 1.461, segundo a Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen). E na maternidade da capital o pequeno Heitor foi o primeiro a nascer nesse dia.
LEIA TAMBÉM:
Acreana que nasceu em 29 de fevereiro conta como é a vida de quem veio ao mundo em ano bissexto: ‘O bom de tudo é ter dois aniversários’
Uma equipe da Rede Amazônica esteve na maternidade e conversou com a mãe da criança. Um bebê ainda mais especial, já que a mãe de Heitor, Maria Eduarda, disse acreditar que não poderia ter filhos biológicos e teve uma surpresa com a gravidez.
Heitor foi um dos sete nascidos em 29 de fevereiro deste ano em Rio Branco
Reprodução Rede Amazônica/Acre
“É uma dádiva, muito gratificante e ainda mais de uma criança que os médicos falaram que eu nunca seria mãe. Foi Deus que me deu”, contou.
Sobre a particularidade na data de nascimento do filho, Maria Eduarda disse que vai comemorar o aniversário do pequeno dia 1º de março nos próximos anos. “É estranho, achei estranho isso. Vou comemorar todo dia 1º [de março]. É bom [nascer em 29 de fevereiro] porque demora a crescer”, brincou.
Enfermeiro obstetra há 30 anos, Hélio de Sousa explicou que após Heitor nasceram mais três crianças na madrugada desta quinta e pela manhã foram feitos dois partos cesáreos de gêmeos, sendo dois meninos e duas meninas.
“Foram três partos normais e dois cesáreos gemelares. É sempre uma novidade porque tem aquela brincadeira de que vai completar ano apenas de quatro em quatro ano. Cronologicamente isso não acontece, cada ano se faz um ano e fica mais velho”, se divertiu.
Estatísticas
Estatísticas da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen), apontam que a chance de uma pessoa nascer no dia 29 de fevereiro é de 1 em 1.461.
Entre os anos 2000 e 2020, o Acre registrou 166 pessoas nascidas na data. O ano com o maior número de registros foi 2012, quando 40 pessoas vieram ao mundo em 29 de fevereiro, segundo a Central Nacional de Informações do Registro Civil (CRC Nacional). O recorde nacional ocorreu em 2016, 6.640 nascimentos.
Ano bissexto
Uma solução idealizada pelos antigos egípcios e instituída pela primeira vez pelo imperador Júlio César nos tempos do império romano, o ano bissexto cumpre a função de regular o nosso calendário cronológico com o calendário solar. Isso porque o movimento de translação da terra, ou seja, o tempo que ela leva para dar uma volta completa ao redor do sol, não é de exatamente 365 dias.
A cada ano existe ainda um excedente de 5 horas, 48 minutos e 36 segundos. Esse número é arredondado para seis horas que somados ao final de um período de quatro anos dão 24 horas, ou um dia extra.
Séculos depois de César e dos egípcios, a ideia foi resgatada pelo papa Gregório XIII, responsável pelo calendário gregoriano que boa parte das comunidades ocidentais utilizam hoje em dia. Esse é o 504º ano bissexto desde o início da Era Comum, ou Era Cristã.

Colaborou a repórter Melícia Moura, da Rede Amazônica Acre.
Reveja os telejornais do Acre

Adicionar aos favoritos o Link permanente.