• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Justiça determina que Sport jogue sem torcida todas as partidas organizadas pela CBF; polícia identificou pessoas que atacaram ônibus do Fortaleza


Decisão acontece dois dias após torcedores jogarem pedras e rojões no veículo que transportava time cearense. Medida vale até que STJD julgue denúncia da Procuradoria de Justiça Desportiva. Estado do ônibus do Fortaleza após ataque de torcida do Sport
O presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), José Perdiz de Jesus, acatou o pedido da Procuradoria de Justiça Desportiva e determinou que o time do Sport jogue sem torcida todas as partidas de competições organizadas pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol), como punição pelo ataque realizado por torcedores do clube ao ônibus que levava a equipe do Fortaleza, após partida entre os dois times pela Copa do Nordeste, na última quarta (21).
✅ Clique aqui para seguir o canal do g1 PE no WhatsApp.
Pela decisão anunciada na tarde desta sexta (23), as partidas do Sport pela Copa do Nordeste e pela Copa do Brasil – em todas as categorias – acontecerão com portões fechados e sem torcida quando o time pernambucano for o mandante e, na condição de visitante, o clube ficará sem direito a ingressos para seus torcedores.
A medida é válida até que o STJD julgue a denúncia numa de suas comissões disciplinares. A decisão foi dada dois dias depois do ataque ao ônibus do time do Fortaleza, após o jogo com o Sport, na Arena Pernambuco, na noite de quarta (21).
O ato de violência aconteceu próximo ao quilômetro 9 da rodovia BR-232, no sentido interior – quando supostos torcedores jogaram pedras e rojões contra o ônibus que levava a equipe do time cearense, ferindo seis jogadores.
Os relatos dão conta de que cerca de 100 pessoas praticaram os ataques.
Segundo o ge, a restrição à torcida rubro-negra não vale para os jogos do Campeonato Pernambucano e, portanto, para o clássico entre Náutico e Sport, que acontece neste sábado (24) pela última rodada da primeira fase da competição.
Os torcedores do Sport esgotaram os 2.800 ingressos disponibilizados para visitantes na partida. Procurado pelo ge, o Sport disse que só irá se pronunciar quando for notificado.
Polícia identificou pessoas que atacaram ônibus
Chefe da Polícia Civil de Pernambuco, Renato Rocha, fala que foram identificados suspeitos
O chefe da Polícia Civil de Pernambuco, Renato Márcio Rocha Leite, disse em entrevista à TV Globo na tarde desta sexta (23), que a polícia identificou torcedores que atacaram o ônibus da equipe do Fortaleza.
“Desde o primeiro momento que soubemos do fato, a Polícia Civil vem trabalhando. O fato é grave e já tivemos algumas pessoas identificadas; não é uma pessoa só e acredito que vamos chegar a uma organização”, disse Rocha Leite, sem detalhar se as pessoas identificadas são ligadas ao futebol como torcedores, ou fazem parte de organizações criminosas.
O chefe da Polícia Civil também afirmou que a decisão sobre que crime os agressores irão responder vai depender de decisão do delegado que está conduzindo a investigação.
Por nota, a Polícia Militar disse que quase 600 policiais fizeram a segurança do jogo entre Sport e Fortaleza na última quarta (21) e que oito policias em motos e viaturas escoltavam o ônibus que levava a equipe do Fortaleza após o jogo, que terminou empatado em 1 X 1.
A nota da PM confirma que antes da partida um ônibus com torcedores do time cearense foi abordado e cinco pessoas foram detidas, além da apreensão de artefatos explosivos, facas e drogas.
Novas medidas de segurança
Na manhã desta sexta aconteceu uma reunião com representantes do governo de Pernambuco, da segurança pública do estado, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e dos clubes de futebol do estado para debater medidas para enfrentar a violência nos estádios e evitar novos casos, como o do ataque ao ônibus do time do Fortaleza e à briga entre torcedores do Sport e do Santa Cruz, que deixou um policial militar e dois torcedores feridos à bala, em 20 de janeiro.
A Polícia Militar divulgou que 586 policiais vão trabalhar durante a partida entre Náutico e Sport, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Pernambucano neste sábado (24). Serão 109 policiais na área interna do estádio dos Aflitos, na Zona Norte do Recife, e 477 agentes na área externa e nas principais vias de acesso ao local.
Após a reunião, a Secretaria de Defesa Social (SDS) anunciou que serão implementadas novas medidas para combater a violência nos jogos de futebol:
Implantação de câmeras de reconhecimento facial nos estádios, para identificar criminosos infiltrados nas torcidas, como aconteceu no carnaval de 2024;
Clubes deve auxiliar com a logística para a instalação dos equipamentos, com pontos de internet e energia;
Ingressos devem ser identificados e não poderão ser transferidos, como já ocorre noutros estados;
Novos procedimentos de escolta das equipes que vierem jogar em Pernambuco
A SDS não determinou disse o prazo para que as sugestões e as novas medidas sejam adotadas no estado.
Pedras foram arremessadas contra o ônibus do Fortaleza, no Recife
Reprodução/Redes sociais
VÍDEOS: mais vistos de Pernambuco nos últimos 7 dias

Adicionar aos favoritos o Link permanente.