• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Grupo em app de mensagem, aeronaves adulteradas e voos clandestinos em baixa altitude: Veja como agiam suspeitos de tráfico de drogas


Segundo a polícia, até o momento, foram 16 presos. PF apreende helicóptero avaliado em R$ 10 milhões que era usado para o tráfico internacional de drogas, em Goiânia
Divulgação/Polícia Federal
Uma operação integrada entre a Polícia Federal e a Polícia Civil mostrou detalhes de como uma quadrilha atuava para o tráfico de drogas internacional e interestadual. A investigação aponta que os suspeitos tinham grupo em aplicativo de mensagem, adulteravam aeronaves e faziam voos clandestinos em baixa altitude.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
Os nomes dos suspeitos não foram divulgados e, por isso, o g1 não localizou a defesa deles até a última atualização desta matéria. Até a última a atualização desta reportagem, 16 pessoas foram presas; veja abaixo:
8 pilotos
2 líderes logísticos
4 responsáveis por abastecimento
1 responsável pelo apoio financeiro
1 mecânico de aeronave
Segundo a Polícia Federal, a droga era feita em um laboratório na Bolívia, passava pelo Paraguai, de helicóptero, e ia até uma fazenda de Paraguaçu Paulista, em São Paulo. Depois, por terra, chegava até Goiás. Essa era a chamada “rota caipira”.
Entenda o caso
Ao todo, 8 aeronaves apreendidas, segundo a PF, que também apreendeu veículos, armas, drogas, joias, dinheiro e peças de aeronaves.
LEIA TAMBÉM:
Megaoperação em Goiás e Rio de Janeiro prende suspeitos de tráfico de drogas e homicídios
Cinco suspeitos de tráfico de drogas morrem em ação da PM em Goiás
Pastor é investigado por liderar organização criminosa ligada ao tráfico de drogas em Goiânia
📱 Veja outras notícias da região no g1 Goiás.
📱 Participe dos canais do g1 Goiás no WhatsApp e no Telegram.
VÍDEOS: últimas notícias de Goiás

Adicionar aos favoritos o Link permanente.