Profissão Repórter flagra acidentes na BR-163, chamada de Estrada da Morte

A estrada, inaugurada em 1976 pelos militares para ligar o Sul ao Norte do país, a rodovia é a rota diária de 6 mil caminhões, que transportam madeira e a maior parte da produção de soja do Centro-Oeste. Profissão Repórter flagra acidentes na BR-163, chamada de Estrada da Morte
Na série “Pra Onde, Brasil”, novidade da temporada 2023 do Profissão Repórter, nossa equipe vai viajar pelo país a bordo de um motorhome procurando histórias e mostrando os desafios enfrentado por cada região.
Nesta terça-feira (11), primeiro de cinco episódios, começamos nossa jornada pelo Centro-Oeste, com Caco Barcellos, Sara Pavani e Chico Bahia percorrendo um trecho de mil quilômetros da BR-163, entre Sinop, no Mato Grosso, até Santarém, no Pará.
A estrada atravessa diversas áreas de florestas que, apesar de protegidas por lei, continuam sendo desmatadas. Durante o percurso, acompanhando ações do ICMBio, o trio mostrou vários flagrantes de crimes ambientais, mas também registrou muitos acidentes (veja no vídeo acima).
Inaugurada em 1976 pelos militares para ligar o Sul ao Norte do país, a rodovia é a rota diária de 6 mil caminhões, que transportam madeira e a maior parte da produção de soja do Centro-Oeste. Por causa do alto índice de acidentes, a BR tem um apelido: Estrada da Morte.
LEIA TAMBÉM:
Equipe do Profissão Repórter viajou por duas semanas em motorhome pela BR-163
Flagrante mostra tratorista derrubando árvores em área de garimpo mesmo durante sobrevoo de 3 helicópteros do ICMBio
Dono de garimpo ilegal na Amazônia é pego pelo ICMBio e tem maquinário queimado: ‘Cerco vai fechando’
Assista ao programa completo abaixo:
Edição de 11/04/2023 – Pra Onde, Brasil – Centro-Oeste

Adicionar aos favoritos o Link permanente.