Lula é recebido pelo presidente chinês, Xi Jinping, em cerimônia em Pequim


Encontro com presidente da China é principal agenda de Lula no país. Os dois devem assinar cerca de 20 acordos comerciais e de parceria nesta sexta-feira (14). Lula se encontra com o líder chinês Xi Jinping em Pequim
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi recebido pelo presidente chinês, Xi Jinping, por volta de 5h30, no horário de Brasília (16h30 no horário local), em uma cerimônia no Grande Palácio do Povo, em Pequim. A reunião com o líder da China é a principal agenda do presidente no país asiático.
Na cerimônia de chegada, os dois presidentes e suas comitivas trocaram cumprimentos e caminharam juntos na Praça da Paz Celestial. Os hinos nacionais de Brasil e China também foram tocados por uma banda. Por volta das 5h50 no horário de Brasília (16h50 no horário local), as autoridades entraram no palácio para as demais agendas.
Primeiro, os dois presidentes se reúnem em um encontro ampliado. Em seguida, terão uma conversa privada. Depois, haverá a assinatura de cerca de 20 acordos comerciais e de parceria entre os dois países e um jantar. Por fim, o petista deve dar uma declaração à imprensa, na Embaixada Brasileira em Pequim.
Lula se encontra com Xi Jinping na China, nesta sexta-feira (14)
Reprodução Globonews
Na reunião, Lula e Xi Jinping também devem discutir a guerra na Ucrânia, entre outros temas.
Mais cedo, Lula participou de encontros com o primeiro-ministro da China, Li Qiang, e o presidente da Assembleia Popular da China, Zhao Leji, também no Grande Palácio do Povo.
Lula em encontro com o presidente da Assembleia Popular da China, Zhao Leji
Ricardo Stuckert/Presidência da República
Na agenda, Lula reforçou o papel das relações comerciais com a China, e reafirmou que o país asiático é o principal parceiro comercial do Brasil.
“É com a China que a gente mantém o mais importante fluxo de comércio exterior. É com a China que nós tivemos a nossa maior balança comercial, e é junto com a China que nós temos tentado equilibrar a geopolítica mundial, discutindo os temas mais importantes.”
“A minha visita à China neste instante é de reconhecimento dessa parceria e para que a gente possa aumentar, ainda, a nossa parceria instantânea. A minha viagem, neste momento, é uma viagem em busca de aumentar aquilo que nós temos de bom”, disse.
Lula participa de cerimônia em homenagem aos Heróis do Povo da China
Ricardo Stuckert/Presidência da República
Também nesta sexta, Lula participou de uma cerimônia em homenagem aos Heróis do Povo da China. O Brasil ofereceu uma coroa de flores, que foi colocada no monumento localizado na Praça da Paz Celestial.
Primeiro dia
Lula participa da cerimônia de posse da Dilma como presidente do banco dos Brics, na China
Já no primeiro dia de agendas na China, na quinta-feira (13), Lula teve compromissos em Xangai. Primeiro, participou da cerimônia de posse de Dilma Rousseff como presidente do Novo Banco de Desenvolvimento (NBD), também conhecido como “banco dos Brics”.
À ocasião, Lula defendeu a atuação conjunta de países emergentes para reduzir desigualdades e uma alternativa ao dólar para o comércio entre os membros do bloco.
“Quem decidiu que era o dólar a moeda depois que desapareceu o ouro como paridade?”, questionou.
Em Xangai, Lula também participou de encontros com empresários e líderes políticos chineses.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.