Rio Jauru (MT) volta a subir e duas famílias permanecem em área alagada


Dois casais de idosos continuam nas casas por medo de perder o imóvel. Defesa Civil do município acompanha a situação. Comunidade Limão volta a ficar alagada em MT
Defesa Civil Municipal
O Rio Jauru, um afluente do Rio Paraguai, voltou a transbordar, nesta quinta-feira (13), e gerou alerta para que as famílias deixassem as casas na comunidade do Limão, em Cáceres, a 250 km de Cuiabá, mas duas delas permaneceram no local, de acordo com o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil do município.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
Os ribeirinhos que moram na parte baixa da comunidade Limão deixaram as casas no começo de março durante o primeiro alerta emitido pela Defesa Civil.
O Exército, os bombeiros e a equipe da Defesa Civil do município realizaram uma abordagem na comunidade para alertar a família que ainda permanece no local.
Segundo os bombeiros, são dois casais de idosos que, por medo de perder o imóvel, continuam na área. A equipe de militares levou um caminhão e uma embarcação para facilitar a mudança e o transporte dos bens materiais, mas as duas famílias se recusaram a sair.
Duas famílias permanecem em área alagada em MT
Defesa Civil Municipal/Cedida
O Rio Jauru alcançou 5,05 metros nesta semana na comunidade, conforme a coordenadora da Defesa Civil municipal, Andrelina Magaly. Esse aumento se deve às intensas chuvas dos últimos dias.
“Sempre quando lá em Porto Esperidião sobe o rio, duas ou três dias sobe aqui no Porto do Limão”, disse.
Comunidade Limão continua com área alagada após aumento do nível do Rio Jauru
Defesa Civil Municipal

Adicionar aos favoritos o Link permanente.