TRF-4 restabelece ordem de prisão contra Tacla Duran, advogado que fez acusações contra Moro e Deltan

Desembargador atendeu pedido do MPF. Na 1ª instância, juiz responsável pelos processos da Lava Jato em Curitiba tinha revogado a prisão preventiva. O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) restabeleceu a ordem de prisão preventiva do advogado Rodrigo Tacla Duran.
A decisão é do desembargador Marcelo Malucelli, relator dos processos da Lava Jato na Corte, e atendeu a pedido do Ministério Público Federal (MPF).
*Esta reportagem está em atualização.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.