Prefeitura faz repasse de R$ 6 milhões e coleta de lixo é retomada nesta quinta (13) em Teresina


O valor repassado para a empresa Litucera é referente aos salários dos trabalhadores da limpeza do mês de março, somado ao ticket alimentação, que estava atrasado. Fim da paralisação dos trabalhadores de limpeza
Reprodução
O presidente da Litucera, empresa terceirizada que compõe o Consórcio Teresina Ambiental (CTA), Edison Silva, afirmou ao g1 que a Prefeitura de Teresina realizou o repasse de R$ 6 milhões à empresa, que foi acordado durante uma reunião no Tribunal Regional do Trabalho (TRT-PI) na manhã desta quinta-feira (13). O valor é referente aos salários dos trabalhadores da limpeza do mês de março, somado ao ticket alimentação, que estava atrasado. A coleta de lixo foi retomada.
“Hoje pela manhã houve uma audiência de conciliação na Justiça do Trabalho e a prefeitura se comprometeu até às 14h fazer o depósito do saldo de fevereiro, de maneira que os caminhões já estão saindo para fazer a coleta e vamos regularizar o serviço o mais rápido possível”, afirmou o presidente.
Contudo, segundo o CTA, há um processo judicial e extrajudicial cobrando reequilíbrio contratual em função da defasagem de diversos preços no valor de R$ 122.865.024,50. O presidente da Litucera explicou que esta dívida dificulta o fluxo de caixa.
“Nós temos um retroativo, desde o início do contrato, um saldo a receber de R$ 130 milhões. Daí a nossa dificuldade de fluxo de caixa, que se a gente não receber na data aprazada, nós não temos condições de pagar os funcionários. Infelizmente, com a dificuldade de fluxo de caixa que a gente tem, considerando esses R$ 130 milhões do passado, se a prefeitura não conseguir honrar a gente na data aprazada, eu realmente não tenho onde tirar recurso”, declarou Edison Silva.
O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (Republicanos), gravou um vídeo pedindo desculpas à população da capital pelo acúmulo de lixo registrado nesta semana devido à greve dos trabalhadores de limpeza.
“Peço desculpa aos teresinenses por este acúmulo de lixo na capital. Agimos com a graça de Deus, com rapidez. Agradeço à Justiça e aos trabalhadores mais simples dessa empresa, que tivemos uma atitude honrosa e saímos dessa situação. Cada vez mais nós vamos melhorar a limpeza da nossa Capital”, disse o gestor.
Em nota, a Prefeitura de Teresina afirmou não entender o atraso salarial, pois “a empresa Litucera recebeu R$ 48 milhões do Município, e, mesmo assim, atrasou o salário dos funcionários e também os pagamentos referentes a aluguel e combustíveis dos veículos utilizados na limpeza urbana e na coleta de lixo”.
Fim de contrato?
O presidente da Litucera, Edison Silva, informou que o contrato da prefeitura com a empresa chegará ao fim em maio e que, até o momento, não ocorreu a renovação.
“O fato é que eles deveriam ter feito a licitação, por algum motivo não conseguiram fazer em tempo hábil, e findando o nosso contrato agora, eles vão ter que fazer um novo contrato emergencial, claro que eu espero que seja com a gente, porque nós já estamos mobilizados, a sociedade já conhece a qualidade do nosso trabalho e a solução de continuidade é muito mais fácil que uma empresa nova que venha para cá”, declarou.
Fim da paralisação
Os trabalhadores do serviço de limpeza pública de Teresina encerraram as paralisações nessa quarta-feira (12), após uma reunião com a prefeitura de Teresina. Contudo, o serviço só foi retomado nesta quinta (13).
O lixo deixou de ser recolhido nas ruas da capital por quatro dias. O g1 apurou junto à Prefeitura que cerca de 3,6 toneladas de lixo deixaram de ser recolhidas na capital no período. A região mais prejudicada foi a Zona Sul de Teresina, que está com lixo acumulado nas ruas desde o final de semana.
Coleta de lixo organizada por moradores do bairro Ilhotas
foto: g1
Moradores do Bairro Ilhotas, localizado na Zona Sul de Teresina, realizaram uma coleta de lixo, nesta quinta-feira (13), devido à paralisação dos servidores de limpeza e coveiros da capital. Kleiton Holanda, idealizador da ação, declarou que a coleta de lixo ocorreu inicialmente em cerca de sete ou oito ruas, onde o acúmulo do lixo já causa transtornos e doenças aos moradores.
📲 Confira as últimas notícias do g1 Piauí
📲 Acompanhe o g1 Piauí no Facebook, no Instagram e no Twitter
VÍDEOS: Assista às notícias mais vistas da Rede Clube

Adicionar aos favoritos o Link permanente.