Ratinho Jr pede responsabilidade individual com fake news: ‘Se replico sem saber se a notícia era verdadeira, estou ajudando a propagar o caos’


Ratinho buscou tranquilizar as famílias após notícias de ataques em escolas no Brasil. Ele pediu para que população evite propagar notícias falsas de ataques e procurem informações por meio de canais oficiais. Ratinho Jr pede responsabilidade individual com fake news
Reprodução/RPC
O governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), destacou a importância do papel individual da população para evitar a propagação de notícias falsas.
“É um processo do cidadão, do individual. Se replico sem saber se a notícia era verdadeira, eu estou ajudando a propagar o caos”, afirmou o governador.
A afirmação foi feita nesta quinta-feira (13), durante um entrevista coletiva que anunciou medidas para reforçar a segurança na rede estadual de educação.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
Ratinho buscou tranquilizar as famílias após notícias de ataques em escolas no Brasil. No dia 5 de abril, uma creche em Blumenau, em Santa Catarina, foi alvo de ataque e quatro crianças morreram e cinco ficaram feridas.
Ele pediu para que as pessoas evitem propagar notícias falsas de ataques e busquem informações por meio de canais oficiais.
“Nós temos que ter uma responsabilidade individual de não ficar propagando aquilo que não tem conhecimento, aquilo que não tem uma versão oficial, que não foi uma nota oficial da educação, que não foi uma nota oficial da Secretaria de Segurança”, reforçou.
Prevenção
Governo anuncia medidas de reforço na segurança nas escolas
O governador afirmou que o Paraná trabalha especialmente com a prevenção destes ataques.
Para isso, conforme Ratinho Junior, o estado conta com um sistema de inteligência, que envolve a Secretaria de Segurança, a Polícia Civil e a Polícia Militar, além de trocas de informação com os núcleos regionais de educação.
Além disso, o governador anunciou medidas para o reforço da segurança na rede estadual de educação. Segundo ele, 5.600 policiais devem fazer rondas em frente às escolas e também estarão dentro das unidades.
Ratinho afirmou ainda que psicólogos estarão disponíveis para atender a comunidade escolar.
LEIA MAIS: Ratinho Junior anuncia 5,6 mil policiais para reforçar segurança na rede estadual de educação: ‘O lugar mais seguro ainda é a escola’
O governador informou também que o Paraná conta com um programa chamado “Brigada Escolar” que, junto com a Secretaria de Segurança Pública, realiza treinamentos para ensinar a comunidade escolar a agir em situações adversas.
Segundo o governador, também será implementado um aplicativo onde, em qualquer movimento suspeito, diretores e professores podem acionar a Polícia Militar para atendimento.
LEIA TAMBÉM:
Número de pessoas com Carteira de Identificação do Autista no Paraná cresce cerca de 50% em um ano, diz governo; veja como obter
Adolescente tem parada cardiorrespiratória e morre após inalar desodorante aerossol em Foz do Iguaçu, diz polícia
Homem é condenado a 37 anos de prisão por encomendar morte de ex-esposa em Curitiba para receber seguro de vida que iria para a filha
VÍDEOS: mais assistidos do g1 Paraná
Leia mais notícias no g1 Paraná.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.