Polícia identifica e prende nove suspeitos de praticar crimes em ferrovia em SP


Justiça expediu mandados para a prisão temporária de 19 pessoas, dez ainda são procuradas. Dezenove pessoas são identificadas como suspeitas de praticar crimes em ferrovia de Cubatão, SP
Reprodução g1
A Polícia Civil identificou 19 pessoas suspeitas de participar de furtos, roubos e receptações, que ocorreram na malha ferroviária de Cubatão (SP) ao longo dos últimos três meses. Dos identificados, nove criminosos foram presos em cumprimento aos mandados de prisão temporária expedidos pela Justiça.
As investigações começaram depois de uma denúncia feita pela Rumo, a maior das concessionárias do serviço público de trens de carga. Segundo a empresa, em janeiro, 45% dos ataques a trens aconteceram na Baixada Santista.
As diligências conseguiram demonstrar que um grupo preestabelecido estaria agindo no local, ficando caracterizado o crime de associação criminosa. A investigação que está em segredo de justiça, continua em andamento até efetuar a prisão dos outros 10, que ainda seguem foragidos.
Polícia Civil realiza operação para investigar e conter furtos em ferrovias da Baixada Santista
Reprodução/TV Tribuna e g1 Santos
‘Ferrovia Segura’
A Polícia Civil informou que desde janeiro 40 pessoas foram presas e 600 toneladas de grãos furtados foram apreendidas, durante a operação ‘Ferrovia Segura’. De acordo com o delegado Fabiano Barbeiro, da Delegacia Especializada em Investigações Criminais (Deic) de Santos, o número é alarmante.
“Temos algo em torno de 153 ocorrências que resultaram na prisão de quase 40 pessoas”, disse .
Segundo o profissional, a partir disso, a corporação pretende identificar não apenas os autores dos crimes, mas os responsáveis pela compra das cargas. A Polícia Civil disse ainda que as investigações seguem para apontar se esses grupos são interligados e se fazem parte de uma mesma organização.
VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos

Adicionar aos favoritos o Link permanente.