Ex-vice-prefeito de Jacinto é preso, em operação da PC, suspeito de exploração sexual


Operação Ambitus, visa desarticular um esquema criminoso de prática de extorsão, exploração sexual de criança e adolescente, corrupção de menores e pedofilia em redes sociais. Operação Ambitus combate a exploração sexual de crianças, na região do Baixo Jequitinhonha
Polícia Civil
A Polícia Civil realizou a segunda fase da Operação Ambitus que visa desarticular um esquema criminoso de prática de extorsão, exploração sexual de criança e adolescente, corrupção de menores e pedofilia em redes sociais, na região do Baixo Jequitinhonha. Segundo a PC, foi cumprido um mandado de prisão preventiva, contra o ex-vice-prefeito, da cidade de Jacinto.
Na primeira fase da operação, realizada no dia 22 de março, dois vereadores foram presos pelos suspeitos de exploração sexual, além de serem investigados pelos crimes de extorsão, pedofilia e corrupção de menores.
Também na primeira fase a PC cumpriu outra prisão e quatro mandados de busca e apreensão em repressão ao esquema criminoso.
Em continuidade aos trabalhos, nessa quarta-feira (12), foi cumprido mais um mandado de prisão preventiva, desta vez, em desfavor do ex-vice-prefeito de Jacinto. O homem, de 56 anos, também já foi presidente da Câmara dos Vereadores, na cidade.
A polícia informou também que foi apreendida uma arma de fogo ilegal, na fazenda do ex-vice-prefeito, localizada na zona rural.
De acordo com o delegado Diogo Quaresma, titular da Delegacia de Polícia Civil em Jacinto, as investigações começaram há um mês, a partir de uma denúncia anônima.
“Segundo apurado, um dos vereadores teria coagido uma adolescente de 15 anos a gravar uma videochamada com conteúdo sexual com seu adversário político, também vereador do município. A partir daí, o primeiro começou a extorquir o adversário e publicou o vídeo em diversas redes sociais. Tais fatos foram motivados pela disputa de votos, na última eleição do preside de da Câmara de Vereados de Jacinto”, explicou o delegado.
Durante as investigações, foi apurado que um outro homem sem participação no meio político, mas com registros policiais por tráfico de drogas, estaria explorando sexualmente a adolescente, inclusive realizando viagens com ela.
O delegado informou também os suspeitos foram indiciados por diversos crimes, como extorsão (art.158, do CP), favorecimento a prostituição (art.218-B, do CP), corrupção de menores (art.244-B, do ECA) e distribuição de cena de sexo envolvendo adolescente (art.241-A, do CP).
“Diante da gravidade dos fatos, representamos por medidas cautelares pessoais e probatórias contra os quatro investigados, os quais tiveram as prisões preventivas decretadas pelo Poder Judiciário”, pontua ao informar que os suspeitos já estão à disposição da Justiça no sistema prisional.
A operação foi desencadeada pela Delegacia em Jacinto e contou com apoio da equipe da Delegacia Regional de Polícia Civil em Almenara.
Vídeos do Leste e Nordeste de MG
A Polícia Militar prendeu o suspeito de ter assassinado Lucas Rodrigues Vieira da Silva, de 25 anos, em
Veja mais notícias da região em g1 Vales de Minas Gerais.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.