Uso de máscara deixa de ser obrigatório por pacientes, visitantes e acompanhantes em unidades de saúde de Juiz de Fora


A decisão foi tomada após redução no número de casos e estabilidade nos registros de óbitos por Covid-19. Equipamento segue obrigatório para trabalhadores da saúde. Uso da máscara ainda é obrigatório em hospitais e unidades de saúde do Acre
Odair Leal/ Secom
O uso de máscara não é mais obrigatório por pacientes, visitantes e acompanhantes a partir desta quinta-feira (13) em unidades de saúde de Juiz de Fora. A decisão foi tomada após o monitoramento da situação epidemiológica da pandemia da Covid-19 constatar redução no número de casos e estabilidade nos registros de óbitos na cidade.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
De acordo com a portaria publicada no Atos do Governo, o uso por pacientes, visitantes e acompanhantes passou a ser apenas recomendado. Para os trabalhadores da saúde, no entanto, o uso das máscaras nas unidades continua obrigatório.
Em outubro do ano passado, o uso das máscaras por pacientes, visitantes e acompanhantes já havia sido flexibilizado. Como houve alteração no cenário epidemiológico da Covid-19 no município, com aumento de casos e mortes, o uso voltou a ser obrigatório nas unidades de saúde no início de dezembro de 2023.
A partir de sábado (10), será obrigatório o uso de máscara em unidade de saúde de Juiz de Fora. A decisão, conforme a Secretaria de Saúde da cidade, está relacionada ao cenário epidemiológico da Covid-19 no município.
Uso facultativo nos outros locais
De acordo com a nova portaria publicada pela Prefeitura, nos demais ambientes, o uso continua facultativo.
A Secretaria de Saúde, no entanto, “recomenda a utilização em ambientes, abertos ou fechados, em que haja aglomeração de pessoas, como repartições públicas, comércios, bancos, elevadores, academias, táxi, carros por aplicativo, ônibus, escolas, creches, cinemas, teatros, igrejas e demais ambientes da iniciativa privada”.
LEIA TAMBÉM:
‘NÃO VOLTOU MAIS’: Mãe busca por adolescente desaparecido há 2 meses em bairro ocupado pela PM em Juiz de Fora
VIÇOSA: Justiça determina afastamento do provedor do Hospital São Sebastião por irregularidades em plantões médicos
TRAGÉDIA: Pedestre morre atropelado no Parque Guarani, em Juiz de Fora
📲 Confira as últimas notícias do g1 Zona da Mata
📲 Acompanhe o g1 no Facebook e Instagram
📲 Receba notícias no WhatsApp e no Telegram
VÍDEOS: veja tudo sobre a Zona da Mata e Campos das Vertentes

Adicionar aos favoritos o Link permanente.