Secretário de Turismo visita Fernando de Noronha e indica ações para tentar recuperar visitação à ilha


Daniel Coelho declarou que é preciso combater a desinformação. ‘Foram construídas desinformações que não se chega na ilha, que o avião é pequeno e não é seguro, isso não é verdade’, declarou o secretário. Thallyta Figueirôa e Daniel Coelho estiveram na rádio local para divulgar ações do turismo
Ana Clara Marinho/TV Globo
O secretário estadual de Turismo de Pernambuco, Daniel Coelho, está em Fernando de Noronha, na primeira visita à ilha desde que assumiu a pasta. O secretário indicou que a principal forma para atrair visitantes é combater as informações equivocadas. “É preciso combater a desinformação”, disse Coelho.
Os empresários do setor têm declarado que o destino passa por uma das piores temporadas de “baixa estação” dos últimos anos. O gestor do turismo no estado indicou os problemas identificados.
“Foram construídas desinformações de que não se chega na ilha, que o avião é pequeno e não é seguro, isso não é verdade. A informação de falta de segurança está nos prejudicando. Nós ouvimos isso dos agentes de viagens”, avaliou o secretário.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
Daniel Coelho informou que o governo vai iniciar nos próximos dias uma campanha publicitária, inicialmente na internet e depois em outros veículos de comunicação, com as informações corretas do destino Noronha.
“Vamos mostrar que Fernando de Noronha está aberta, que o voo é seguro, que existem leitos disponíveis, entre outras ações”, falou o secretário de Turismo.
Daniel Coelho criticou o planejamento de turismo realizado no estado nos últimos anos.
“Fernando de Noronha é uma jóia. É de extrema importância que a divulgação externa de Pernambuco contemple Noronha”, indicou Daniel.
Aeroporto
O secretário de Turismo também disse que os problemas no aeroporto, com a proibição de pousos de aviões de grande porte desde outubro de 2022, prejudicaram o destino.
A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) proibiu os pousos de aerojatos, por conta dos buracos e fissuras na pista do aeroporto.
A gestão anterior do governo do estado anunciou uma obra de recuperação, orçada em R$ 59,9 milhões, que deveria ficar pronta em outubro de 2023.
A atual gestão estadual ainda não divulgou o cronograma atualizado da obra, mas Daniel Coelho disse que espera que o serviço esteja concluído no início de 2024. A partir daí ele acredita que o turismo deverá ser consolidado.
“No início do próximo ano, quando acreditamos que o aeroporto esteja reformado, estaremos prontos para Fernando de Noronha ter completa ocupação, com voos vindos do Recife e de outras capitais. Isso só será possível com a reforma do aeroporto”, previu Daniel Coelho.
A administradora da ilha, Thallyta Figueirôa, disse que o governo do estado tem trabalhado para reduzir o prazo para finalização da obra de recuperação da pista do aeroporto, mas o cronograma não foi definido.
“Nós trabalhamos para encurtar o prazo de chegada do material para a obra na ilha. O serviço é rápido. A dificuldade é a logística de chegada do material. Nós ainda não temos o prazo de entrega da obra, mas em breve vamos divulgar o cronograma e cumprir de forma digna”, afirmou Thallyta Figueirôa.
VÍDEOS: mais vistos de Pernambuco nos últimos 7 dias

Adicionar aos favoritos o Link permanente.