Motorista de aplicativo filma mulher o chamando de ‘negro safado’ após discussão por cerveja derramada no carro


Caso foi registrado na 37°DP (Ilha do Governador). Ele fala que gravou o vídeo como registro das agressões que sofreu. Motorista de aplicativo acusa mulher de injúria racial na Ilha do Governador
Um motorista de aplicativo filmou uma mulher o chamando de “negro safado”. A discussão começou por causa de uma lata de cerveja.
Leonardo Luís da Silva conta que deixou o carro estacionado diante de um grupamento do Corpo de Bombeiros no Jardim Guanabara e uma mulher que ele afirma que estava embriagada passou com uma lata de cerveja na mão e deixou a bebida derramar no automóvel.
O motorista conta que questionou a mulher e começou a ser ofendido. Ele utilizou a câmera do telefone celular para gravar os xingamentos.
“Negro safado, mentiroso”, afirmou a mulher nas imagens.
Ela diz ainda que é advogada e joga a lata nele.
O caso foi registrado na 37°DP (Ilha do Governador).
“A situação começou quando ela passou do lado do meu carro. Foi quando notei que a latinha dela estava vazando. Aí eu olhei meu carro e estava sujo de cerveja. Eu fui e a chamei: ‘Moça, minha senhora, está vazando sua latinha’. Aí ela achou que eu estava dando esporro nela, veio com xingamento, ofensas. Aí fui falar com ela e acabamos discutindo e ela foi e me agrediu”, disse o motorista.
Ele fala que gravou o vídeo como registro das agressões que sofreu.
“Eu comecei a gravar, falei ia chamar a polícia, ela me chamou de preto safado, falou que eu era um negro ferrado e falou que era advogada e ia pegar as câmeras da rua. Fiz o BO, dei parte dela, dei parte como injúria racial. Vou no IML fazer o corpo de delito, pois ela me arranhou na hora que me deu um tapa”, afirmou Leonardo.
Mulher chamou motorista de aplicativo de ‘negro safado’ em discussão por latinha de cerveja
Reprodução/ TV Globo
Ele foi incentivado a fazer o registro do caso por colegas que fazem parte de um grupo de motoristas em um aplicativo de mensagens.
“Sou motorista de aplicativo, temos um grupo de Whatsapp. E o Leonardo nos relatou, mandou o vídeo dele sofrendo uma injúria racial por parte de uma mulher que estava passando na rua e jogou cerveja nele, o agrediu e bateu no carro” disse Douglas Oliveira, que é motorista de aplicativo.
A Polícia Civil afirmou que a mulher que aparece nas imagens não foi formalmente identificada. Os investigadores analisam as imagens e fazem diligências para obter mais informações.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.