Capacitação sobre preenchimento da caderneta de vacinação é ofertada no município de Óbidos


O curso foi realizado nesta quarta-feira (12) no auditório da escola estadual São José. Profissionais da Atenção Básica da Secretaria de Saúde de Óbidos participaram da capacitação
Ascom/PMO
Um curso sobre preenchimento de cardeneta de vacinação foi ofertado a profissionais da Atenção Básica da Secretaria de Saúde de Óbidos, oeste do Pará, nesta quarta-feira (12), no auditório da escola estadual São José. As orientações estão sendo repassadas pela Referência Técnica de Saúde da Criança do 9º Centro Regional da Sespa.
Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram
A capacitação é destinada a profissionais que atuam na Atenção Básica da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), responsáveis pela coleta do teste do pezinho e de outros serviços.
Com a caderneta é possível acompanhar o crescimento e o desenvolvimento infantil, por meio de informações e orientações que ajudam a cuidar melhor da saúde de crianças até os 9 anos de idade.
Dividido em duas partes, o documento apresenta na primeira parte os direitos infantis e dos pais, orientações sobre o registro de nascimento, amamentação e alimentação saudável, vacinação, crescimento e desenvolvimento, sinais de perigo de doenças graves, prevenção de acidentes e violências, entre outros; a segunda parte é destinada aos profissionais de saúde, com espaço para registro de informações importantes relacionadas à saúde da criança.
A caderneta também contém os gráficos de crescimento e tabelas para registro das vacinas aplicadas.
A enfermeira Kelly Fonseca, que atua no setor de referência técnica em saúde da criança, responsável pela capacitação, ressalta a importância de preencher corretamente o documento.
“O profissional lá do hospital que pegar uma caderneta bem preenchida, com todas as observações e advertências desde o médico ao enfermeiro, ele já vai saber se a criança está vacinada, se a criança tem algum tipo de observação. E essa nova caderneta que a gente vem falando, de 2022, ela já vem com espaço para o espectro autista, além da programação da vacinação que já inclui a vacinação contra a Covid-19”, explicou Kelly.
A coordenadora da Atenção Básica da Semsa, Izanilda Rodrigues, disse que a atualização das informações aos enfermeiros e técnicos de enfermagem terá resultado direto no serviço ofertado aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).
“É importante que esses profissionais participem da capacitação para melhorar a qualidade da assistência à saúde da criança no município. E para que nós possamos ter um bom êxito nos resultados alcançados no município, precisamos que os nossos profissionais estejam habilitados e capacitados”, ressaltou Izanilda.
A secretária de Saúde, Selma Caetano, esclareceu os motivos pelos quais a Semsa não está entregando a caderneta de vacinação para os recém-nascidos, mas um cartão de acompanhamento.
“Essas cadernetas, elas são fornecidas pelo Ministério da Saúde. Houve um problema com esse fornecimento, então o município está fazendo a parte dele, providenciando uma carteira na verdade até que cheguem as cadernetas para o município. Ainda assim, estamos mantendo todos os serviços da atenção básica às crianças”, finalizou Selma.
VÍDEOS: mais vistos do g1 Santarém e região

Adicionar aos favoritos o Link permanente.